Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

SES discutiu atenção às pessoas em situação de violência

Diariamente, a sociedade toma conhecimento de diversos casos de violência, uma das principais causas de morbidade e mortalidade, sobretudo para as mulheres. Pensando na união de esforço coletivo objetivando a prevenção e o efetivo enfrentamento, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) instituiu o Grupo Técnico (GT) de Atenção às Pessoas em Situação de Violência para discutir os componentes e fluxos assistenciais dessas vítimas. O projeto também busca estimular a ampliação de novos serviços e qualificar gestores e profissionais de saúde para a atenção integral às pessoas em situação de violência.


Em mais uma etapa de atualização e discussão da temática, a SES, atuando em conjunto com o GT, promove a III Capacitação de Atenção às Pessoas em Situação de Violência, no Auditório Alice Figueira, localizado no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip). 
“A violência é um fenômeno que atinge pessoas de diferentes orientações sexuais, classes sociais, origens, regiões, estados civis, escolaridade, faixas etárias ou raças/etnias em relações desiguais de poder. Pode ocorrer em todas as fases da vida, seja no campo do trabalho, nas dimensões religiosas, culturais e/ou comunitárias. Buscamos com a reunião desses grupos, que atuam em seus diversos níveis na área da saúde, alinhar estratégias de atuação e qualificar os profissionais para o trabalho de prevenção e atendimento”, afirma a gerente de Atenção à Saúde da Mulher da SES, Letícia Katz.
Para o debate, o evento contará com a participação de profissionais de saúde da Assistência Social, Vigilância em Saúde, coordenadores de Vigilância Epidemiológica Hospitalar, Atenção Primária, Políticas Estratégicas (Saúde da Mulher, Saúde da Criança e do Adolescente, Saúde Mental, Saúde do Homem e Pessoa Idosa, LGBT, População Negra, Pessoa com Deficiência, Saúde Bucal), Programa Mãe Coruja, representantes da Secretaria da Mulher, Regionais de Saúde, Gestores dos Hospitais, rede de garantia de direitos, Movimento de Mulheres e Sociedade Civil.
O Grupo Técnico reúne representantes das Políticas Estratégicas, Atenção Primária, Vigilância, Secretaria da Mulher e representantes dos Serviços de Atenção Integral às Pessoas em situação de Violência Sexual.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.