Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Prefeitura do Recife amplia parques infantis do Programa Brinqueducar

A Prefeitura da Cidade do Recife promoveu nesta quarta-feira (22), a entrega simbólica de 960 brinquedos para as áreas de lazer das 235 unidades da rede de ensino com Educação Infantil. A medida faz parte do Programa Brinqueducar, implantado em 2017 e que beneficia 17 mil crianças de 0 a 5 anos matriculadas na rede. O evento aconteceu na Creche-Escola Ana Rosa Falcão, que fica situada à Rua João Lira, em Santo Amaro.
Na ocasião foram entregues brinquedos como escorregador com balanço, escorregador, túnel e gangorra, nos quais foram investidos R$ 882.326,40. Os itens irão complementar os parques lúdicos das unidades de ensino, que são considerados essenciais na qualidade do desenvolvimento infantil e que ganharam, em 2017, Casinhas e Gira-giras. Todos os brinquedos serão entregues nas unidades de ensino até o final de agosto.
O Brinqueducar é composto por playground, brinquedos, jogos educativos e livros de literatura e visa estimular a aprendizagem de forma lúdica, pois a etapa da Educação Infantil é essencial para o desenvolvimento das crianças e impacta diretamente nos anos seguintes da escolaridade delas. Em 2018, a Prefeitura do Recife já havia investido R$ 2 Milhões no Programa para a aquisição de 191 mil livros para os estudantes beneficiados pelo Brinqueducar e que foram distribuídos em formato de kits literários com 11 itens cada.


O Secretário de Educação do Recife Alexandre Rebêlo, declarou que esta ação é o resultado de um esforço da Prefeitura para otimizar as condições das escolas e creches ao oferecer mais brinquedos e instrumentos pedagógicos. “É salutar que as crianças entre zero e cinco anos recebam todos os estímulos e possam desfrutar de um ‘brincar’ com qualidade, que promova o desenvolvimento da coordenação motora fina, o convívio social e o respeito também às regras, como aprender a respeitar a ordem da fila para ter a sua vez de aproveitar os brinquedos, entre outros benefícios”, declarou.
Koshisi Vieira, Agente de Desenvolvimento Infantil (ADI) na creche-escola Ana Rosa Falcão há 11 anos, contou que os itens chegaram em boa hora. Ele é aluno da primeira turma do curso inédito de brinquedistas que a Secretaria de Educação vem oferecendo a profissionais que trabalham na educação infantil e pais e mães inscritos no Programa Mãe Coruja. "Com o curso podemos trabalhar de forma interdisciplinar com as crianças e utilizar os brinquedos e jogos educativos para trabalhar questões de linguagem e questões neurais", exemplifica. Com uma carga horária de 120 horas, a formação tem como objetivo ampliar o atendimento a crianças de 0 a 3 anos em espaços públicos, com vivências lúdicas e interativas fundamentais ao desenvolvimento infantil, como estratégia de implantação das Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Infantil (DCNEI), concebidas como questão de direito e cidadania.
Qualidade do Brincar - As brincadeiras fazem parte da prática pedagógica, e a interação das crianças com os recursos pedagógicos do Programa é fundamental para o processo de ensino e aprendizagem, pois estimula, entre outros aspectos, o desenvolvimento da psicomotricidade das crianças, além de estimular a socialização e a criatividade. Em relação ao acervo literário das crianças, o desenvolvimento de hábitos de leitura contribui para o processo de formação dos pequenos leitores, favorecendo a imaginação, interpretação de imagens e o desenvolvimento da oralidade.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.