Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Na Rota do Conhecimento, projeto expande ensinamentos na rede municipal de ensino do Paulista

Vivenciar as histórias ensinadas em sala de aula de uma maneira diferente. É isso que a Secretaria de Educação do Paulista vem fazendo com os alunos da rede. A ação é do projeto “Rota do Conhecimento” que tem levado os estudantes para aprenderem fora da sala de aula.
O projeto, que já está em sua segunda versão, seguiu na manhã desta terça feira (11.09) com uma visita para Embaixada de Bonecos Gigantes, no Recife Antigo. Os alunos das escolas Manoel Gonçalves e Cônego Costa Carvalho, em Maranguape I, Brigadeiro Aldo Pinho Alves, no Engenho Maranguape e Professora Maria Conceição da Paz, que fica em Maranguape II, estiveram em um ambiente cultural, dentro da proposta que contempla também espaços históricos e naturais.
Só nesse ano, 230 alunos já foram levados para conhecer alguns espaços que agregam aos ensinamentos dados em sala de aula. Na visita de hoje, 105 alunos puderam explorar e conhecer a história da Embaixada na prática, tendo noção de sua origem e a importância do espaço para economia e cultura local.
Com a necessidade de alimentar a curiosidade e o desejo dos alunos para com a escola, o coordenador do Ensino Fundamental Anos finais, Inaldo Ferreira, salientou a importância dessas aulas práticas. “Concretizar a visão que eles têm nos livros, através desses espaços é gratificante, porque eles se espelham na leitura e quando chega ao local vivenciam na prática. É enriquecimento cultural, histórico natural de pertencimento que os alunos concretizam dentro do espaço real”, afirmou.

 A rota do conhecimento já beneficiou 750 alunos, só na primeira versão. As aulas extras são feitas com estudantes do 6º ao 9º ano e EJA, as visitas acontecem duas vezes em cada mês. Cerca de 20 escolas participaram dessa rota de aprendizagem, que segue até dezembro, com agendas para Paço do Frevo e Cais do Sertão.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.