Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Rands vence o debate com propostas novas

A construção de uma ferrovia ligando Goiânia a Suape e a duplicação das rodovias em direção a Petrolina, a partir de São Caetano, foram as propostas novas que Maurício Rands (PROS) apresentou, nesta terça-feira (dia 25), no debate entre os candidatos a governador de Pernambuco no Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Rands respondeu a todas as questões formuladas pelos candidatos e pelos jornalistas, fez Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro Neto (PTB) fugirem das suas perguntas e, por isso, pode ser considerado o vencedor do primeiro debate transmitido ao vivo, pela TV Jornal, e em streaming pelas redes sociais dos veículos do Sistema JC. O encontro também foi acompanhado por repórteres de praticamente todos os veículos de imprensa do estado.
As propostas que o candidato da coligação O Pernambuco que você quer (PROS, PDT, Avante) apresentou representaram o único fato novo do debate, que contou com a participação de todos os candidatos com representação no Congresso Nacional: Paulo Câmara, Armando Monteiro Neto e Dani Portela (PSol). A ferrovia planejada para ligar Goiânia ao Porto de Suape, de acordo com Maurício Rands, poderá aproveitar o leito de antigas ferrovias que existiu no trecho. “Esse tipo de ideia”, explicou o candidato, “reduz o custo da obra e a torna viável”.
Maurício Rands também se comprometeu a duplicar a rodovia 232 e seguir a duplicação rodoviária até o município de Petrolina, como forma de induzir e estimular a economia do interior de Pernambuco. “As propostas são viáveis e os recursos podem ser obtidos com criatividade na gestão: podemos obter financiamento internacional e oferecer o patrimônio do Estado em garantia”, detalhou. Como exemplo, Rands citou que o Estado possui 51% das ações da Copergás, que podem ser postas como garantia para o financiamento.
Rands também deixou o governador Paulo Câmara sem resposta, quando o perguntou sobre o Programa Nome Limpo: proposta que defende para trazer de volta ao consumo cerca de 500 mil pernambucanos que estão negativos no SPC e na Serasa. Paulo Câmara não se comprometeu com a proposta e desviou o assunto para outro tema.
O senador Armando Monteiro Neto também não deu uma resposta firme, quando perguntado qual era o candidato a presidente da República que apoia. Maurício Rands criticou Armando Monteiro Neto e o governador Paulo Câmara pela manifestação de apoio ao ex-presidente Lula, mesmo sabendo que ele não seria candidato. “E qual é o seu candidato, Armando Monteiro Neto?”. O senador disse que não tinha essa pressão dos seus eleitores e que poderia negociar com qualquer um que seja eleito.


Maurício Rands foi considerado o melhor do debate, porque ele apresentou propostas para a saúde, para educação e desenvolvimento com interiorização. Rands também se apresentou de forma coerente do ponto de vista político. Disse que apoia a candidatura de Ciro Gomes (PDT) para a presidência da República, por ser o único nordestino e, também, por acreditar que Ciro pode pacificar o país. “Hoje, todos estão intrigados. Até mesmo dentro da família e nos grupos de WhatsApp, as pessoas estão brigando sem motivo”. Rands disse que Ciro Gomes pode unir a esquerda, atrair o centro e apresentar novas ideias para o futuro do Brasil.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.