Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

A importância da doula no trabalho de parto

O trabalho de parto pode parecer algo bastante complicado e assustador, principalmente para as mães de primeira viagem.  A família da gestante é essencial para que ela se sinta segura e confortável. A falta de experiência necessária para explicar ou lidar com algumas situações durante o parto é uma das principais preocupações, mas é justamente neste momento que entra em cena um profissional extremamente importante: as doulas.

As doulas são peças importantes principalmente para quem tem o desejo de um parto humanizado, sem muitas intervenções medicas e levando em consideração o conforto da mãe e o curso natural do bebê, mas, ela tem o papel considerável no acompanhamento emocional em casos de partos cesarianos, principalmente, quando a mulher não consegue realizar o desejo de um parto natural.  

A palavra doula significa “mulher que serve”. Servindo as mulheres há cinco anos, Pollyanna Mendes reforça que o trabalho realizado faz jus ao significado da expressão. “É bem isso mesmo, a doula é uma profissional que está no parto para servir a gestante, para promover da melhor forma possível o bem estar da mulher ”, falou.

 O papel de uma doula é passar tranquilidade, encorajamento e conforto, através de suporte emocional, físico e informativo, além de auxilia com técnicas não farmacológicas (sem usos de medicamentos) de alivio da dor, como massagens. De acordo com a formação pode ainda ajudar com acumpressão, acupuntura, aromaterapia, técnicas de respiração e etc.

 Existem dois tipos de acompanhamento de doulas, durante o trabalho de parto e o pós-parto. Durante o parto a doula dar todo suporte necessário para mãe, explicando cada situação, trabalhando alívios das dores, ajudando em qualquer imprevisto que venha acarretar no nascimento. Já durante o pós-parto o acompanhamento é feito na casa da mãe, com orientações de amamentação, cuidados com o bebê. 

O trabalho da doula vai além de uma acompanhante de parto, a doula dá suporte a gestante através das leituras, sobre a gestação e o parto, apresenta alguns profissionais de saúde de acordo com a busca da mãe. Auxilia na produção do “plano de parto” que é um documento onde as mães descrevem os desejos sobre de que forma quer que seja trabalhado o seu parto, se com ou sem medicação, assim como intervenções no bebe como o uso do colírio, vacina e outros pontos.

Por isso é importante para quem tem o desejo de ter uma doula como auxiliadora procura-la durante o começo da gestação. Existe um site nacional “Quero uma doula” que orienta e indicam os trabalhos de doulas que são cadastradas, o site passa as informações de acordo com a cidade da gestante. Esse acompanhamento gestacional durante o parto e pós-parto são cada vez mais frequentes e recomendados, para a preparação da nova mãe.


Saiba mais 
Qualquer mulher acima dos 18 anos pode ser uma doula, e não precisa ter uma formação na área de saúde, como também não precisa ser mãe, mas, a experiência da maternidade é especial para o relacionamento de doula e gestante. Não precisa ter tido um parto normal para se torna uma boa doula, o importante é o desejo pela vocação, é necessário para se fazer o curso de doula e depois começar a praticar. 

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.