Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Paulista promove atualização de conhecimentos para os Agentes de Controle às Endemias

Na manhã desta quinta-feira (25.10), os Agentes de Controle às Endemias (ACEs) que atuam no município do Paulista tiveram a oportunidade de participar de uma oficina de atualização de conhecimentos sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). O evento que aconteceu no bloco C da Faculdade Joaquim Nabuco, no Centro, ajudou a tornar mais sólido o trabalho de quem combate às doenças epidemiológicas na cidade.  
Fazendo parte de uma política de educação continuada promovida pela Secretaria de Saúde do município, a atividade visa o fortalecimento dos serviços prestados à população, como a prevenção e o tratamento de diversas doenças. Com a edição realizada nesta manhã, a equipe da pasta chegou a 5ª oficina em 2018, todas tratando de temas diferentes.
“Hoje teremos um módulo sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). Um servidor que trabalha no CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento) vai mostrar as formas de prevenção e como funciona o serviço de acolhimento para as pessoas que estão em tratamento de AIDS, Sífilis e Hepatite”, informou o superintendente de Vigilância em Saúde do Paulista, Fábio Diogo. Destacando que a população deve procurar as unidades de atendimento disponibilizadas pela Prefeitura.
Convidada para palestrar no evento, a psicóloga da rede municipal Maria do Socorro, informou que existe uma forma correta para informar uma pessoa sobre o teste positivo, principalmente do vírus HIV. “Para muitos, aceitar que contraiu o vírus HIV é realmente difícil. Os profissionais da área devem ter essa sensibilidade na hora de dar a notícia, para evitar problemas maiores. Hoje, as pessoas já conseguem ter uma vida normal sendo portadoras do vírus, então não é o fim do mundo”, enfatizou.

O agente de controle às endemias que atua no bairro do Fragoso, Ricardo Duarte da Silva, frisou que a teoria aprendida em sala de aula ajuda no trabalho prático realizado pela equipe. “Quanto mais nos qualificarmos, mais confiança teremos para repassar as informações. Então, ao meu ver, esse tipo de iniciativa contribui bastante com o nosso trabalho”, afirmou.
A oficina atendeu a 60 servidores nesta quinta-feira (25). O trabalho continua nesta sexta (26.10), no mesmo local, à partir das 09h, com a participação de mais 60 agentes de controle às endemias.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.