Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Radar Político (10/10) – Mata Sul amplia representatividade na ALEPE

Ponto de Vista


Com 24 municípios e uma população superior a 750 mil, a Zona da Mata Sul conseguiu ampliar a sua representatividade na Assembleia Legislativa de Pernambuco depois das eleições do último domingo. Dos atuais 49 deputados, apenas 6 possuem uma relação mais estreita com a região, são eles: Simone Santana, Clodoaldo Magalhães, Joaquim Lira, Henrique Queiroz, Pedro Serafim Neto e Aluísio Lessa. Apesar da desistência de Pedro Neto e da decisão de Henrique Queiroz em disputar a Câmara Federal, os resultados das urnas no último domingo revelaram um acréscimo nesta representatividade. A partir de 2019 a região passará a contar com 8 representantes.
Além da reeleição de Simone Santana, Clodoaldo Magalhães, Joaquim Lira e Aluísio Lessa, nomes que possuem forte identificação com a Mata Sul como Henrique Queiroz Filho, Aglailson Victor, Romero Sales Filho e Clóvis Paiva se elegeram e devem engrossar o coro em defesa da região.
Vulnerável a enchentes, desemprego em alta e com grandes potenciais a serem explorados e vocações a serem valorizadas, a Mata Sul precisará muito do empenho desses representantes para se fazer ouvida e assim ter os seus desafios superados.
A força – A família Hacker, que comanda os municípios de Sirinhaém, Rio Formoso e Tamandaré, mostrou mais uma vez o porquê é considerada a maior força política do Litoral Sul ao conceder expressivas votações aos candidatos que apoiou. Em todos os três municípios Danilo Cabral foi majoritário, enquanto que Simone Santana, com o apoio dos prefeitos Franz Hacker e Isabel Hacker foi a mais votada em Sirinhaém e Rio Formoso. Já Clodoaldo Magalhães, com o apoio do prefeito Sérgio Hacker, foi campeão de votos em Tamandaré
Campeã – A deputada Simone Santana é pela segunda vez consecutiva a campeã de votos na Mata Sul. Na eleição de 2014 ela obteve nesta região 20.828 votos e agora ampliou para 22.672 votos. O segundo colocado foi Clodoaldo Magalhães que saiu de 19.700 votos em 2014 para 21.084 nesta eleição.
Lanterninha – Dos representantes mais antigos da região, o deputado Aluísio Lessa foi o que perdeu mais votos na Mata Sul em relação a eleição passada. Ele cai de 19.500 para 7.213 votos. Em sua terra natal, Palmares, ele obteve apenas 500 votos. Já Jaqueira e Ribeirão foram os municípios onde ele obteve o seu melhor desempenho.
Vencedor 1 – O ex-vereador Rinaldo Barros foi o grande vitorioso da eleição em Catende. Candidato a deputado federal ele conquistou 5.530 votos só no município, o que lhe colocou como o candidato mais votado por lá. Com este desempenho ele desponta com favoritismo para desbancar o prefeitos Josibias Cavalcanti da prefeitura em 2020.
Vencedor 2 – Diogo, principal opositor do prefeito de Barra de Guabiraba, Dr. Wilson (SD), fez bonito nas eleições estaduais deste ano conseguindo emplacar Clodoaldo Magalhães e Raul Henry como os deputados estadual e federal mais votados do município. Em 2014 Diogo perdeu a eleição para Dr. Wilson por apenas 133 votos. O resultado das urnas mostram que ele é uma grande ameaça à reeleição do atual prefeito.
Perda – A não reeleição de João Fernando Coutinho para a Câmara Federal deixou a Mata Sul órfã de um representante que conhece como poucos a região. JFC era a voz da Mata Sul no Congresso Nacional. Será difícil encontrar um substituto à altura. Sem dúvida ele fará muita falta a este pedaço de Pernambuco.