Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Confira o que pode e não pode ser pedido na lista de material escolar

Com o final do ano chegando os pais ficam ansiosos para comprar os materiais escolares dos filhos. Conforme a série do aluno, o material pode conter poucos ou muitos itens. Mas, cada ano que se inicia, independente da idade, chega àquela velha lista escolar, e assim surge a dúvida: o que a escola pode ou não pedir na lista escolar?
Primeiro é preciso ficar atento tanto aos itens fora do uso pedagógico quanto aos pedidos excessivos. A prioridade que a escola precisa ter é para os materiais de uso particular do aluno, como caderno, lápis, caneta, lápis de cor, etc. Os itens não podem ser pedidos visando uso coletivo, nem tão pouco de uso da escola, como matérias de limpeza, giz de quadro, etc.
A escola não pode exigir que o aluno adquira a agenda escolar da instituição de ensino, nem que seus livros sejam apenas de uma determinada livraria, o que o responsável da instituição pode fazer é indicar um local de compra e oferecer os produtos da escola, mas, a compra deve ser exclusivamente do desejo dos pais ou responsáveis.

Dentre os itens listados como não exigidos estão: álcool hidrogenado, álcool em gel, algodão,  bolas de sopro, balões, canetas para quadro branco, canetas para quadro magnético, clips, copos, pratos, talheres e lenços descartáveis; Elastex, esponja para pratos, fita para impressora, giz branco, rolo de fita durex, entre outros.
Nos itens permitidos com tanto que não ultrapassem uma quantidade absurda estão: algodão, até um pacote; brinquedo, até uma unidade; caneta hidrocor, até um estojo com 12 unidades; cola colorida, até duas unidades pequenas; cola gliter, até duas unidades pequenas; cola isopor, até duas unidades pequenas; emborrachados EVA, até três metros ou três peças para apenas um tipo; tubos de tintas, cujas cores ficarão a critério das instituições de ensino, até quatro unidades.
Os pais precisam ficar atentos aos pedidos para que não aconteça um gasto desnecessário, onde não será aplicado na educação dos filhos. Uma ideia é juntar com outros pais para compra de materiais, pois algumas lojas costumam dar descontos com compra em grandes quantidades, ou até mesmo analisar se existe materiais que possam ser reaproveitados do ano anterior, e sobre materiais anteriores a escola deve devolver todo material que não for utilizado durante o ano letivo do estudante.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.