Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Dia 28 de janeiro tem Prévia do Bloco Infantil Caramelo

Acontecerá no Clube Santista, a partir das 15h, no bairro de Paratibe, em Paulista - PE, no dia 28 de Fevereiro.

Dia 12 de fevereiro tem T.C.M Mestre Forró em Maranguape II

Concentração será na rua 88, no bairro de Maranguape II, em Paulista - PE.  a partir das 12h, no dia 12 de fevereiro. Atrações: Di, banda e orquestra de frevo.

Andréa Pereira visita instalações da APAE Paulista

A primeira dama de Paulista, Andréa Pereira, visitou hoje as instalações da APAE Paulista, gerenciada pelo presidente da instituição no município Aberval.

Metas do início do ano letivo no município de Paulista

A Secretaria de Educação lançou as metas do início do ano letivo. Confira.

Unidades de vacina contra a Febre Amarela

Veja os pontos de vacina da Febre Amarela na cidade do Recife, em Pernambuco.

Informações sobre a Febre Amarela

O Blog Paulista Atualizado traz informações sobre a Febre Amarela. Fonte: Secretaria de Saúde do Paulista e Imprensa

Ninho quer mais transparência financeira na realização de concursos públicos



Deputado federal propôs projeto de lei que obriga a devolução de valores arrecadados em excesso a candidatos, entre outras medidas
Aguarda votação, na Câmara dos Deputados, o projeto de lei nº 6730/2016, de autoria do deputado Severino Ninho (PSB), que cobra mais transparência financeira na realização de concursos públicos. Caso o PL seja aprovado, órgãos e entidades da Administração Federal direta e indireta serão obrigados a publicar as planilhas de custos dos concursos públicos e a devolver os valores arrecadados em excesso, a título de taxa de inscrição. Uma das justificativas dadas pelo parlamentar é que, em alguns casos, os órgãos “estão se valendo dos certames para arrecadar recursos extras, tornando-se essa uma prática abusiva em todo o País”.
Pelo PL, as entidades que realizarem concursos tornarão públicas, nos meios de imprensa oficial utilizados para divulgar o edital, planilhas contendo informações detalhadas da receita arrecadada com as inscrições e das despesas realizadas para a efetivação do certame. O excedente de arrecadação será ressarcido aos candidatos, proporcionalmente ao valor recolhido a título de inscrição, se superior a 10% dessa quantia.
Para o deputado, a realização de concursos públicos deixou de focar apenas a seleção de candidatos para vagas disponíveis nos quadros dos órgãos e entidades da Administração. "Concursos passaram a ser vistos como um meio de arrecadação para Prefeituras, Estados e até mesmo a União. A cobrança da taxa de inscrição se afastou, portanto, de seu objetivo principal, que é a cobertura dos custos para a realização do certame", explica Ninho.
O parlamentar comenta que, dessa forma, será possível um controle social sobre os valores cobrados e, caso seja  percebida alguma distorção, existe sempre a possibilidade de se recorrer aos órgãos de defesa do consumidor e ao Poder Judiciário. "Estamos certos de que a aprovação desse PL resultará em ganhos para a Administração Pública, em termos de transparência, e, em consequência, para toda a sociedade", diz.

Convite


Hoje, o prefeito Junior Matuto e o secretário de Serviços Públicos Jaime Domingos convidam a população para a entrega de uma nova área de lazer, no bairro de Engenho Maranguape, às 17h.

Prefeito assegura pagamento integral de incentivo aos ACS e ACE do Paulista

O prefeito Junior Matuto em reunião no final da manhã desta terça-feira (16.01), definiu junto aos representantes das categorias dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), e Agente de Combate às Endemias (ACE), como será o pagamento do incentivo repassado pelo Ministério da Saúde (MS) junto com a contrapartida do município, o também chamado de 14º Salário.
Em princípio, a proposta da  gestão era a de realizar o pagamento deste incentivo de maneira parcelada. No entanto, a ideia foi debatida com a categoria e o prefeito avaliou que será possível  assegurar o pagamento em uma única parcela. A data do pagamento está sendo discutida e será anunciada em breve.
De acordo com a Secretaria de Saúde do Paulista, o 14º salário é pago com recursos na ordem de R$ 681.408,00 oriundos do MS, com uma contrapartida do tesouro municipal de R$ 328.373,76, totalizando R$ 1.009.781,76. Ao todo, 778 profissionais entre ACS e ACE serão contemplados com o incentivo.
“Tendo em vista hoje a maneira de como está o Sistema Único de Saúde, e a dificuldade que os municípios têm de repasse, houve uma primeira proposta de parcelamento, mas as categorias defenderam o pagamento em uma parcela. O prefeito, por entender a importância de fazer o repasse tomou a opção de fazer o pagamento de forma integral”, explicou a secretária de Saúde do Paulista, Fabiana Bernart.
O valor do repasse que vem do Governo Federal poderia ser utilizado para subsidiar quaisquer outras demandas voltadas para os profissionais, como fardamentos, capacitação, dentre outros. No entanto, por meio de um consenso entre a gestão atual e as categorias, o valor é repassado aos profissionais anualmente aos agentes.
Para a presidente do Sindicato dos Servidores do Paulista (Sinsempa), Jucineide Lira, o encontro foi produtivo. “Foi uma reunião muito madura, com os representantes conscientes do que queriam e o prefeito, como sempre, cumprindo sua palavra. Saímos hoje muito satisfeitos, com o incentivo pago integralmente, já que o prefeito cumpriu com a sua palavra de que vai pagar de uma vez”, disse.
O prefeito Junior Matuto também se sentiu satisfeito com a conversa que teve com os profissionais e garantiu que é só uma questão de fazer a conta para que o dinheiro seja repassado para os profissionais em breve. “O que fizemos aqui, primeiro foi uma conversa aberta e transparente com quem representa a categoria, e chegamos a um entendimento em pagar integral e em uma parcela.O que nós vamos fazer agora é fazer conta para em seguida anunciar o dia em que os profissionais já estarão com esse dinheiro na conta”, finalizou Matuto.

Fotos: Francisco Marques/Prefeitura do Paulista

Fernando mantém reuniões administrativas em Paulista e Itamaracá

Paulista e Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife, foram as cidades visitadas pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) nesta terça-feira. Nas duas agendas o senador tratou de questões administrativas com os gestores, disponibilizando o corpo técnico do gabinete em Brasília para acompanhar o andamento de projetos e ações que tenham interface com o Governo Federal.

O primeiro compromisso foi o prefeito de Paulista Júnior Matuto (PSB). O município foi beneficiado com obras de contenção do avanço do mar durante o período em que Fernando foi ministro da Integração Nacional, entre 2011 e 2013. Na época foram liberados aproximadamente R$ 14,3 milhões para o projeto. “Nossa estrutura parlamentar está à disposição da prefeitura para que possamos colaborar com as ações necessárias para o município, que é um dos mais importantes de Pernambuco”, disse.

Em seguida ele foi à Ilha de Itamaracá, onde participou de uma reunião com o prefeito Mosar Tato (PSB) e secretários municipais. O senador conseguiu, junto ao Ministério do Turismo, a liberação de R$ 3 milhões para a construção da estrada de acesso à praia do Sossego, uma das mais procuradas pelos turistas que frequentam o balneário. “O turismo é um grande impulsionador do desenvolvimento e acredito que esta obra irá colaborar para induzir o fluxo turístico na Ilha”, afirmou o senador. 

Compesa publica edital da Adutora Alto do Capibaribe

A expectativa é iniciar a obra em 90 dias



 A Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa, publicou hoje (16), no Diário Oficial do Estado, o edital de licitação da obra da Adutora do Alto Capibaribe, conforme compromisso assumido pelo governador Paulo Câmara, durante evento realizado na última sexta-feira (12), no município de Santa Cruz do Capibaribe, com a presença do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho. O edital também já foi publicado em jornal de grande circulação e a abertura das propostas está   prevista para o dia 08 de fevereiro. A expectativa do presidente da Compesa, Roberto Tavares, é de que a obra seja iniciada em 90 dias. “Esse é mais um projeto inovador e estruturador para o abastecimento de água para resolver a questão hídrica do Agreste, a região que mais sofre com a escassez de chuvas”, informou. O empreendimento irá beneficiar mais de 230 mil pessoas em nove cidades pernambucanas e uma no município vizinho, na Paraíba.


O prazo previsto para a execução da obra é de 15 meses, mas segundo o dirigente da Compesa, assim que o contrato com a empresa vencedora da licitação for assinado, será feita uma negociação de redução do prazo para 10 ou 12 meses. “Essa pactuação foi uma recomendação do governador Paulo Câmara, uma iniciativa importante dada a urgência das nove cidades localizadas no Agreste pernambucano, que enfrentam dificuldade de abastecimento, a maioria delas, desde o colapso da Barragem de Jucazinho, em Surubim, ocorrido em setembro do ano passado”, enfatizou Tavares.


A Adutora do Alto Capibaribe - um investimento de R$ 82 milhões -  vai acelerar a chegada da água da Transposição do Rio São Francisco para o Agreste, uma das regiões mais castigadas pela seca.  A adutora, que terá 70 quilômetros de extensão, vai captar água da transposição no Rio Paraíba, perto do Açude Boqueirão, no município de Barra de São Miguel na Paraíba, para abastecer Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Jataúba, Vertentes, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Taquaritinga do Norte, Frei Miguelinho (Agreste Setentrional)  e Brejo da Madre de Deus, que atenderá o distrito de São Domingos  ( Agreste Central) , além  da cidade paraibana de Barra de São Miguel. O trecho mais extenso da adutora é o que levará água para Santa Cruz do Capibaribe, que sairá da Paraíba e terá 51 quilômetros de extensão.
               

Trajeto - A adutora vai transportar uma vazão de 370 litros de água, por segundo, da Paraíba até a Estação de Tratamento de Água (ETA) de Santa Cruz do Capibaribe, que atenderá a cidade e o distrito de São Domingos, em Fazenda Nova. De Santa Cruz do Capibaribe, uma derivação da adutora segue até a Barragem de Poço Fundo, para que Jataúba seja abastecida por um sistema já existente. Em Santa Cruz, a Adutora do Alto Capibaribe será interligada às tubulações assentadas da Adutora do Agreste para levar a água da transposição à ETA Toritama. No meio desse percurso, será implantado um trecho complementar de cinco quilômetros de adutora até a ETA Mateus Vieira para abastecer a população de Taquaritinga do Norte.

De Toritama, a água seguirá por outro sistema existente, o de Jucazinho de forma invertida - cuja barragem está em colapso desde setembro do ano passado - para atender quatro cidades: Vertentes, Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho e Vertente do Lério. Os distritos de Pão de Açúcar, em Taquaritinga do Norte, e São Domingos, em Brejo da Madre de Deus, também serão atendidos pela nova adutora. “O governador Paulo Câmara nos pediu uma alternativa para socorrer essas cidades, que sofrem com um severo período de estiagem que secou os principais mananciais da região, como Jucazinho, Poço Fundo e Mateus Vieira. Com essa obra estruturadora buscamos não depender tanto das variações climáticas para abastecer a população", finalizou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.</