Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Prefeitura e Sindicato dos Professores fecham acordo sobre a implantação de 1/3 de aula atividade no Paulista


A Prefeitura do Paulista e o Sindicato dos Professores (Sinprop) chegaram a um acordo sobre a implantação de 1/3 de aula atividade na rede municipal. Após apresentar duas propostas sobre o tema, a Secretaria de Educação foi comunicada oficialmente sobre a escolha da categoria. Em assembleia, os educadores decidiram optar por unanimidade pela proposta que garante um dia da semana exclusivo para o planejamento das atividades pedagógicas, ficando dispensado da sala de aula. 
Neste dia de planejamento, a aula será ministrada por professores itinerantes, sem comprometer a carga horária dos alunos. A implantação do 1/3 de aula atividade vai beneficiar professores (servidores ativos) da Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental em regência. A expectativa é de que a medida passe a valer a partido do mês de abril deste ano.
Nas rodadas de negociação, a Secretaria de Educação também havia apresentado outra proposta à categoria. Ela previa a ampliação da carga horária do professor de 156 para 188 horas/aula, disponibilizando mais tempo para que ele pudesse se organizar dentro e fora da escola. Essa iniciativa resultaria num incremento financeiro no salário base do docente que poderia ser levado para a aposentadoria.
O secretário de Educação do município, Carlos Junior, explicou que as duas propostas apresentadas atenderam aos anseios dos professores. Ele disse que ficou satisfeito pelo andamento das negociações. “Fizemos questão de ouvir a categoria e apresentamos propostas dentro do que eles esperavam para a rede municipal. Estamos felizes de chegar a um acordo com o sindicato que contempla a categoria. E o melhor é que a Educação é quem ganha”, destacou.


REAJUSTE – Representantes da Secretaria de Educação e do Sindicato dos Professores se reunirão nos próximos dias, para tratar do reajuste salarial 2018 da categoria.  A Secretaria de Administração do Paulista está definindo como será repassado o aumento, dentro do que estabelece o Ministério da Educação.

OAB - Nota pública - Sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes


A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco, por intermédio da Comissão da Mulher Advogada (CDMA), recebeu com grande pesar e enorme preocupação a notícia da morte da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, e do motorista Anderson Pedro Gomes, em incidente acontecido na noite desta quarta-feira (14).
De acordo com as informações preliminares divulgadas amplamente nos veículos de comunicação, a principal linha de investigação leva a crer que a quinta vereadora mais votada do Rio de Janeiro foi assassinada em razão do exercício de sua atividade legiferante.
Marielle, mulher negra e feminista, era inarredável defensora dos direitos humanos, tendo sido escolhida como relatora da comissão criada na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro para acompanhar a intervenção federal na segurança pública daquele estado. Além disso, vinha denunciando episódios de violência envolvendo a Polícia Militar e a atuação das milícias no Rio de Janeiro.
Em razão das circunstâncias de sua morte, que levam a crer que a vereadora foi vítima de execução em razão de sua militância, a OAB-PE se solidariza com seus familiares e amigos e espera que as autoridades públicas apurem os fatos com a seriedade e a celeridade que o caso requer.
Recife, 15 de março de 2018.
Leonardo Accioly
Presidente em exercício da OAB Pernambuco
Ana Luiza Mousinho
Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB Pernambuco

No Dia do Consumidor, LBV e IPEM alertam consumidores na aquisição de produtos com palestra

Na quarta-feira, 14 de março, para marcar o Dia Mundial dos Direitos dos Consumidores, celebrado em 15 de março, a Legião da Boa Vontade (LBV) em parceria com o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Pernambuco – IPEM promoveu palestra sobre os direitos e deveres do consumidor para os idosos que integram o programa Vida Plena da instituição.
 
A palestra orientou sobre dicas aos consumidores na aquisição de produtos com a inspeção do Inmetro, embalagem, validade e peso. Outra dica que será dada é a aquisição de ovos de Páscoa que exige cuidados, que o consumidor precisa estar atento para não ser lesado. A principal delas é a de que o ovo de chocolate deve apresentar, de forma clara, a indicação do peso líquido na sua embalagem.
 
A palestra foi conduzida pela coordenadora de pré-medidos do IPEM PE, Eduarda Santana. Os participantes foram idosos oriundos das comunidades do Coque, Joana Bezerra, São José, Santo Antônio, Coelhos, Cabanga, Mustardinha, Afogados, Bongi, San Martim, Cabo de Santo Agostinho, Casa Amarela, todos assistidos pela LBV.
 
O encontro ocorreu no Centro Comunitário de Assistência Social da LBV, localizado na Rua dos Coelhos, 219 – Bairro dos Coelhos, Região Central do Recife, próximo ao Cais José Mariano.
 
 
Serviço: Dia Mundial do Consumidor na LBV
Dia: 14/03/2018 – Horário: 9H
Local: Rua dos Coelhos, 219 – Bairro Coelhos, Região Central do Recife, próximo ao Cais José Mariano.

Fábio Barros apresenta voto de pesar pelo assassinato da vereadora Marielle Franco


Na sessão plenária desta quinta-feira (15.03), o presidente da Câmara Municipal do Paulista, vereador Fábio Barros (PSB), apresentou voto de pesar pela morte da vereadora assassinada a tiros na noite de ontem (14.03), Marielle Franco (PSOL), da cidade do Rio de Janeiro. Aprovado com votação unânime, o requerimento seguirá para Câmara de Vereadores da cidade do Rio Janeiro, para direção nacional do PSOL e ao representante do PSOL na Assembleia Legislativa, deputado Edilson Silva, em nome de todos os vereadores da casa legislativa do município do Paulista.


Para Fábio, a morte de Marielle foi uma grande perda para as lutas de enfrentamento à violência de todo o país. “Não podemos nos calar diante deste acontecimento, temos de externar nossa indignação por uma legisladora que não teve o direito de dizer o que pensa, nosso país vive em guerra, mesmo não estando em condições de guerra. Marielle não se calou, teve a coragem de dizer a verdade, de lutar pelos moradores de favelas e de militar por direitos humanos e igualdade. Marielle, presente!”.