Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Justiça aprova nomeações para diretoria da Agência de Regulação dos Serviços Públicos

Indicações do Poder Executivo para a diretoria da Arpe receberam o aval da Comissão de Justiça. Por unanimidade, foram aprovados os nomes do diretor de Regulação Econômico-Financeira, Frederico Arthur Maranhão Tavares de Lima, da diretora de Regulação Técnico-Operacional, Juliana Dias Medicis, e da ouvidora, Isadora Maia Correia da Silva.


Ponto facultativo na sexta-feira em Igarassu



Nesta quinta-feira (31) é feriado de Corpus Christi em Igarassu e na sexta-feira será ponto facultativo em razão dos resultados da greve dos caminhoneiros (01) . A gestão esclarece que  continua, em meia  a crise gerada pela paralisação, com a força-tarefa de ofertas com os serviços públicos considerados essenciais - como saúde, limpeza urbana, guarda municipal e fiscalização de trânsito. O atendimento será realizado por escalas de serviço ou plantão. 

Seleção de modelos para o Estilo Moda Pernambuco, do Moda Center Santa Cruz, tem nova data: 12 de junho

Devido à greve dos caminhoneiros, a seleção de modelos para o Estilo Moda Pernambuco, que acontece de 26 a 30 de julho no Moda Center Santa Cruz, tem nova data para ser realizada. E vez de ser nesta terça (29), a seletiva será no dia 12 de junho. Serão selecionados modelos locais e regionais para participar dos desfiles de marcas do Polo de Confecções do Estado e de outros representantes da moda pernambucana, além dos modelos da Amazing Model, agência responsável pelos desfiles.



De acordo com a organização do evento, não será necessário fazer inscrição prévia para a seleção. Os interessados devem comparecer ao centro administrativo do Moda Center, localizado à Av. Moda Center, SN, Bela Vista, em Santa Cruz do Capibaribe, na data da seleção (29/05) e no horário correspondente à idade do candidato.

A seleção dos modelos infantis (1 a 6 anos) acontecerá das 9h às 10h. Será obrigatória a presença da mãe da criança, tanto na seleção quanto no dia do desfile. Ambos serão avaliados, pois, caso seja necessário, a mãe também subirá na passarela. Já os candidatos adultos (acima de 14 anos) serão selecionados no horário das 10h às 14h. Esses deverão comparecer com looks básicos, pouca maquiagem e com cabelo natural. As mulheres precisam trazer biquíni e sapato de salto, e os homens precisam trazer sunga. A altura mínima para as mulheres é de 1,70m e para os homens é de 1,80m.

Das 14h às 16h, serão selecionados os modelos infanto-juvenis (7 a 13 anos). Ambos os sexos deverão trazer traje de banho. Todos os candidatos menores de idade precisam trazer cópia do RG ou certidão de nascimento e estarem acompanhados de um responsável (que também deverá apresentar documento de identificação), salvo as crianças de 1 a 6 anos, que deverão estar obrigatoriamente acompanhadas da mãe.

“Vamos avaliar o corpo, a desenvoltura e passarela. A atitude é o mais importante”, garante Viviani Soratto, diretora da Amazing Model, uma das maiores agências de modelos do Nordeste, responsável pelos desfiles do EMP 2018. Todos os selecionados receberão cachê para desfilar e assinarão contrato individual temporário com a Amazing. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (81) 3759-1000.

Plantas nativas podem reduzir risco de desabastecimento alimentar


Nesta semana, enquanto continua a crise do combustível devido a greve dos caminhoneiros e do crescente risco de desabastecimento também na alimentação, o Instituto Agronômico do Estado (IPA), através de uma rede de pesquisadores do Brasil (Ecolume), chamará atenção do Poder Público, universidades e da sociedade para a necessidade da soberania alimentar através das Plantas Alimentícias Não Convencionais (Panc)

Nesta sexta-feira (1ª), a Ecolume, liderada pelo Laboratório de Mudança do Clima do IPA, que vem desenvolvendo projetos no semiárido para a soberania alimentar através da agroecologia e pela agricultura de baixo carbono, financiados pelo CNPq, demonstrará que esta segurança está disponível através da natureza, necessitando só de uma reeducação da população. A alta gastronomia nacional já percebeu este potencial das Panc. E são conhecidas do público vegano, vegetariano e adeptos da vegetação orgânica. Mas elas ainda não são populares nas casas dos brasileiros, mesmo o país sendo o mais biodiverso em plantas com tais potenciais e encontradas facilmente na natureza. E o Bioma Caatinga é rico em Panc, como garante Valdely Kinupp, doutor biólogo e autor do livro best-seller que cunhou, faz dez anos, pela primeira vez a expressão Panc. E, à convite da Ecolume, ele estará na sexta no IPA em Recife. Fará pela manhã palestra para 400 pessoas e à tarde sua oficina prática para 50 pessoas, onde coletarão e prepararão pratos com tais plantas. As inscrições ainda estão abertas. Informações pelo face do Ecolume.

"Volto ao Nordeste, depois de dez anos quando vim para lançar o livro Panc do Brasil. Muita coisa evoluiu. As Panc já são uma realidade hoje no país. Os grandes chefes assimilarem este conceito. Elas diversificam o cardápio e sabores para os consumidores. Mas ainda falta o agricultor perceber tal potencial e o poder público estimular a produção deste tipo de cultura alimentar e gastronômica, capaz de promover independência alimentar com benefícios socioeconômicos e ambiental, como a geração de renda e emprego, além da valorização das plantas nativas", comenta Kinupp. O autor do conceito das Panc aproveita para convidar a todos para participar da sua palestra e oficina, promovidos pela Ecolume/IPA.

"Embora talvez não dominasse a agricultura, os nativos do semiárido já se utilizavam das Panc. Alimentavam-se, por exemplo, de cactáceas e de outras espécies com fins alimentícios e medicinais. Temos também diversas bromélias e pepinos silvestres subutilizados na Caatinga. Têm até plantas aquáticas das regiões de brejos do semiárido como Chapéu de Couro que com as folhas é possível fabricar cervejas",  fala Kinupp, exaltando a potencialidade da biodiversidade da Caatinga.

O pesquisador inclusive faz questão de realça o trabalho que está sendo feito pela Ecolume para dar visibilidade a estas potencialidades, como o estímulo para o recaatingamento do Umbu - planta nativa da Caatinga. Segundo Kinupp, o umbu é a Panc que é a 'cara' do Bioma, que, apesar de ser culturalmente consumida enquanto o prato da umbuzada, é ainda subutilizado todo o seu potencial, podendo integrar a alimentação diária. Ele garante que além do fruto para a umbuzada e para ser consumido in natura, em geleia e poupa, o restante da planta também é comestível. A folha, segundo ele garante, pode ser usada como hortaliça e para fazer drinks. No entanto, face a subutilização e todo desmatamento da fauna do semiárido, o umbu inclusive está em processo de quase extinção.

O Ecolume, por sua vez, através do projeto de Socioeconomia Verde, financiado pelo CNPq e em atividade desde o começo do ano, elegeu o umbu como uma Panc que deve ser replantada para fins de segurança alimentar em um cenário de adversidades globais das mudanças do clima. Ainda este ano, em parceria com os bancos de Germoplasma do IPA e com a escola Serta, 2 mil mudas de umbu serão replantadas. Dentre os conceitos defendidos pela rede, é possível comer Caatinga. Porém, para o conceito desta rede de pesquisadores, o comer Caatinga é somente uma parcela fundamental do mesmo sistema onde contribui para favorecer a soberania alimentar, mas também hídrica e energética.  

A Ecolume vem defendendo que através do recaatingamento - replantio de plantas da Caatinga, estas já adaptadas geneticamente à escassez de água da região e ao clima seco -, é possível contribuir na segurança alimentar e na diversidade nutricional e gastronômica. E ainda estimular a implantação de arranjos produtivos locais com tal objetivo pelo sistema agrovoltaico com o uso da farta matriz energética solar para a irrigação. A rede defende que é possível comer Caatinga, legitimando o conceito das Panc, mas conceitua também que pelo uso de placas fotovoltaicas voltada para o recaatingamento, "planta-se água" e "irriga-se com o sol". Assim, o Ecolume defende a soberania alimentar, hídrica e energética.

Com este objetivo, um sistema agrovoltaico já está em andamento na escola Serta em Ibimirim, no sertão do Moxotó. A Ecolume também avançará a ação em outras cidades, como Araripina. Também começou a investir no trabalho de campo no semiárido através da viabilidade do necessário recaatincamento de outras Panc para a valorização do meliponário - cultura de abelhas nativas da Caatinga que são responsáveis pela polinização de plantas do semiárido. Dentre elas, a polinização da Quixaba ou Quixabeira, que pode ser utilizada para a fabricação de geleias, sucos, licores e cachaças. E ainda da Jurubeba, com potencial de ser conserva, bebida e até consumida in natura cozida com arroz. Além delas, há plantas medicinais como o Pau-fava e até a Faveleira que tem o grande potencial de ser transformada em biodiesel.

O IPA tem inclusive o mais antigo herbário do Nordeste. Nele contêm o maior acervo de plantas da Caatinga. A curadora deste herbário, Rita de Cássia  destaca o trabalho do Ecolume para a valorização da fauna do semiárido com objetivo principalmente da busca da soberania alimentar, hídrica e energética em tempo de mudança climática. Ela, que coordena o Comitê Estadual da Caatinga, participará da palestra de Kinupp. O evento será conduzido pela coordenadora da Ecolume, Francis Lacerda, climatologista e doutora em Recursos Hídricos. O diretor de Pesquisa do IPA, Antônio Raimundo, também confirmou a sua presença. Além do IPA e do Serta, a rede do Ecolume também é composta pelo UFPE, Instituto Nacional do Semiárido, Embrapa, Instituto Federal do Sertão e pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).  

Tok&Stok traz sugestões para presentear no Dia dos Namorados


A Tok&Stok, maior rede de lojas de móveis e acessórios do Brasil, separou vários produtos para presentear ele ou ela no Dia dos Namorados. As sugestões são para diversos estilos e podem até ser usados em ocasiões especiais, como um café ou um jantar a dois. Para dar um ar romântico, a data especial tem opções com estampas de coração e mensagens de carinho, tudo para encher a pessoa amada de mimos e muito amor no dia mais romântico do calendário.
A seleção conta com porta retratos, porta joias, quadros, cadernetas, louças, entre outros. Confira abaixo:
Sobre a Tok&Stok
A Tok&Stok inaugurou sua primeira loja no Brasil em 1978 na Avenida São Gabriel em São Paulo. Hoje tem 54 lojas no Brasil, distribuídas em 18 estados e no Distrito Federal. Referência em móveis e decoração, a Tok&Stok é reconhecida pela qualidade de móveis e acessórios exclusivos além do oferecimento de soluções práticas para o dia-a-dia. Design arrojado a preços acessíveis são parte do conceito da marca. Agilidade e criatividade são inerentes à filosofia da empresa, o que pode ser comprovado pelo ritmo de lançamento de produtos: mais de oito produtos novos são colocados por dia nas prateleiras, contabilizando uma coleção de mais de 10 mil itens inspirados nas últimas tendências internacionais em decoração.

FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS E LOGÍSTICA DO NORDESTE - FETRACAN



Com relação à paralisação dos caminhoneiros, a Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística do Nordeste - FETRACAN considera que as negociações mantidas com o Governo Federal já alcançaram as demandas dos mesmos, não havendo motivação legitimada para a continuidade do movimento. Após mais de 8 dias de protesto, o quadro de colapso instalado em decorrência da paralisação precisa ser revertido com urgência, inclusive com a liberação imediata dos caminhões de propriedade das transportadoras retidos compulsoriamente nos bloqueios, a fim de que voltem a circular normalmente. A FETRACAN tem buscado atuar junto ao Governo no sentido de viabilizar a referida liberação, promovendo assim a segurança e normalização das atividades em consonância com todos os setores.



Atenciosamente,


NILSON ALFREDO GIBSON DUARTE RODRIGUES SOBRINHO
Presidente
Federação das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Nordeste – FETRACAN

  
MOACYR RIBEIRO COSTA
Presidente

 Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística no Estado de Pernambuco - SETCEPE

Corpus Christi: o que se comemora nesse dia e por que é feriado?



Nesta quinta-feira, 31, a Igreja Católica, em todo o mundo, comemora o dia de Corpus Christi. Nome que vem do latim e significa “Corpo de Cristo”. A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.
Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue.
"O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente" (Jo 6, 55 – 59).
Através da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós.
Origem da Celebração
A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.
Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal "Trasnsiturus de hoc mundo", estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes.
A procissão com a Hóstia consagrada conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças.
No Brasil                                                                                                                
No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.
A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo. 
Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.

Paulista inicia cadastramento com comerciantes da orla


A partir de uma determinação da Justiça Federal, a Secretaria de Políticas Sociais e Esportes da cidade iniciou, nesta quinta-feira, uma abordagem para o cadastramento dos comerciantes que atuam na Praia da Conceição, em Paulista. 

Inicialmente serão cadastrados os trabalhadores que residem aqui no município. Logo após, será a vez dos comerciantes que moram em outras cidades, mas que possuem estabelecimentos no local. Dentro de um prazo de 30 dias os cadastros serão realizados, incluindo também, as pessoas que estiverem dentro dos critérios nos programas sociais, como o Bolsa Família.

Paulista realiza mutirão para normalizar coleta de lixo na cidade


Aqui na nossa cidade o mutirão Paulista nos Trinques está acontecendo a todo vapor. A ação tem o intuito de recolher o lixo nos bairros do município, colocando em dias a limpeza, que foi afetada pela greve dos caminhoneiros.

Uma equipe com cerca de 90 trabalhadores já está nas ruas realizando o serviço de varrição e conta com o grande apoio de 15 compactadores e nove caçambas truncadas e mais duas retros. As caçambas e retros estão atuando nos pontos de lixo carregados e os compactadores realizando a coleta.

Os bairros de Jardim Paulista Baixo e Alto, Jardim Maranguape, Maranguape I e o centro da cidade já receberam o mutirão. Nove carretas estão levando o lixo para a Central de Tratamento e Resíduos. A expectativa é que, dentro de uma semana, tudo esteja normalizado. A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Infraestrutura, Serviços Públicos e Meio Ambiente do Paulista. 

Parlamentares debatem consequências e possíveis soluções para a greve dos caminhoneiros

Os desdobramentos da greve dos caminhoneiros e dos bloqueios de rodovias voltaram a repercutir na Alepe. Na Reunião Plenária, vários parlamentares discutiram sobre a política de preços da Petrobras e outros temas pautados pela categoria, além das medidas anunciadas pelos governos Federal e Estadual para tentar encerrar a mobilização. Os deputados também se posicionaram a respeito de propostas como intervenção militar, eleições indiretas para presidente e instauração do parlamentarismo, levantadas por manifestantes e líderes políticos no contexto da paralisação.


Crise no abastecimento: senador Fernando Bezerra quer ampla reforma tributária, com taxação de mais ricos



Brasília, 29/05/18 – Ampla reforma tributária, com menos impostos ao setor produtivo e maior taxação dos mais ricos, além de uma política de preços de combustíveis que não esteja sujeita à volatilidade do câmbio e aos preços internacionais do petróleo. Este foi o caminho defendido hoje (29) pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) ao ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, para a solução do desabastecimento ocasionado pela greve dos caminheiros, que afeta a rotina da sociedade e a economia nacional. 

“O brasileiro está dando um sinal claro que não suporta mais esta carga fiscal elevada”, destacou Fernando Bezerra, durante audiência pública nas comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado. “Chega de cobrar imposto de empresas, de quem produz. O que temos que fazer é taxar quem ganha, é taxar o lucro, o dividendo, que continua isento do pagamento de impostos”, acrescentou o senador.

Fernando Bezerra também observou que, no Brasil, não há cobrança de tributos sobre grandes fortunas. “É preciso se transferir a taxação para outras áreas, parar de cobrar imposto na produção, o que inibe os investimentos no país. Passou do tempo deste Congresso Nacional ter a responsabilidade de taxar a turma de cima”, afirmou o vice-líder do governo no Senado, que ainda ressaltou: “Nós precisamos aprender com outros países e reduzir a taxação sobre a atividade produtiva. O Brasil precisa voltar a produzir, crescer e gerar empregos”, defendeu.

Autor de projetos de lei que propõem a taxação de grandes fortunas e heranças como também a Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR), Fernando Bezerra Coelho observou que os projetos estão parados no Senado. Aprovada por diferentes comissões da Casa, a PNDR prevê, entre outras medidas, a transformação do ICMS em um imposto de consumo ao invés de incidir sobre a produção.

COMPLEXIDADE – Ao reconhecer a atuação do ministro Eduardo Guardia em medidas implementadas pelo governo para a estabilização macroeconômica, o vice-líder ressaltou que a solução da crise “é complexa” e precisa ser tratada com responsabilidade; inclusive, para que os próximos governantes assumam o país, pós-eleições, com a economia equilibrada. “É importante que esta questão seja tratada com serenidade e sem oportunismos e demagogia”, salientou Fernando Bezerra, obser