Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Estudantes do Paulista participam da 8º edição do concurso Ler Bem


Nesta quinta-feira (07.06), estudantes do 4º ano da rede de ensino do Paulista participam da primeira etapa do Concurso Ler Bem, promovido pela Associação Pernambucana de Atacadistas (ASPA). A oitava edição do projeto vai eleger o aluno que melhor se destacar na leitura. O vencedor vai representar Paulista na etapa regional. A fase inicial da competição vai acontecer no bloco C da Faculdade Joaquim Nabuco, no Centro, às 8h.
O evento, que é coordenado pela Secretaria Municipal de Educação, visa preparar os estudantes e incentivar a leitura. O vencedor participará das disputas regionais e estaduais, respectivamente. A banca julgadora vai avaliar dos estudantes a leitura corrente, com desenvoltura, aplicada às pausas geradas pela pontuação; a entonação da voz e espontaneidade. Os alunos destaques que levarem o primeiro, segundo e terceiro lugar ganharão prêmios.
SERVIÇO: 
O quê? Concurso Ler Bem;
Quando? Nesta quinta-feira (07. 06), às 08h;
Onde – Bloco “C” da Faculdade Joaquim Nabuco (Rodovia PE-15, s/n, Centro do Paulista).

Programa Criança Feliz é lançado no Paulista para cuidar da primeira infância

“Estávamos precisando de algo que inovasse e colocasse a população pra frente. Meu filho é autista e encontramos muito preconceito. Para mim essa atividade está sendo bastante viável. Acredito que o desenvolvimento do meu filho vai melhorar cada vez mais com esse programa”, disse a dona de casa, Daiane Carvalho, que nesta terça-feira (05.06) compareceu ao CRAS VI, localizado em Maranguape I, para acompanhar o lançamento do Programa Criança Feliz.
O Criança Feliz é um programa do Governo Federal, que foi abraçado pelo Estado e pelo Município. Ele assistirá as famílias inseridas na Proteção e Atenção Integral à Família (PAIF) e o seu objetivo principal é promover o desenvolvimento integral da criança em situação de vulnerabilidade e risco social, a partir do apoio e acompanhamento infantil na primeira infância, no exercício da função protetiva, ampliando o acesso a serviços de direito.
Segundo o secretário de Políticas Sociais e Esportes do Paulista, Augusto Cosa, o programa tem o proposito de zelar da primeira infância. “A iniciativa tem o propósito de cuidar da infância de 0 a 6 anos e também das gestantes. Ele vai fazer uma interação entre os nossos CRAS, através das famílias PAIF e juntamente com as Secretarias de Saúde e Educação. Nosso propósito, além de acolher as crianças e incentivar a amamentação, é de trazer essas mães para dentro dos serviços da rede”, explicou.
O prefeito do Paulista, Junior Matuto, compareceu ao lançamento e mostrou-se bastante contente com o programa. “Estamos aqui reafirmando e pondo em prática o compromisso que tivemos com a população da cidade, como um todo, e principalmente os menos favorecidos.  Então o que estamos fazendo hoje é dando largada a um Programa que no primeiro momento vai atender 600 famílias e pretendemos fazer com que isso irradie pela comunidade como um todo”, comentou.

No Paulista, plantio de mudas marca início da Semana Mundial do Meio Ambiente


Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a Prefeitura do Paulista realizou na manhã desta terça-feira (05.06) o plantio de 140 mudas frutíferas no Clube do Nobre. A iniciativa, que foi coordenada pela Secretaria Executiva de Meio Ambiente, contou com a participação de alunos da Escola Municipal Susie Régis e da Escola Estadual de Referência em Ensino Médio Professora Amarina Simões.
A atividade extraclasse proporcionou um momento de reflexão para a criançada, que pôde entender mais sobre a importância da valorização e preservação do meio ambiente. Antes do plantio, o assessor do Núcleo de Sustentabilidade Urbana do Paulista, Murilo Chagas, destacou a importância da iniciativa.
”Uma empresa de engenharia decidiu investir em nosso município para realizar um processo construtivo. Então tivemos que suprimir algumas árvores para firmar o contrato. O detalhe é que o licenciamento só permite a supressão vegetal com a compensação. Por isso estamos aqui hoje, direcionando essa reposição aos espaços públicos”, afirmou.
Não é de hoje que a rede municipal de ensino envolve os alunos em projetos de outras secretarias. De acordo com a gerente de Articulação Comunitária da Educação, Valdenize Honório, essas parcerias têm sido bastante produtivas para a grade curricular da criançada. “Entendemos que a escola possui um grande papel para preparar os jovens a ajudar na manutenção dos elementos que temos na natureza. Não podemos desvincular educação ambiental, da educação escolar”, reforçou.
Já a analista ambiental da Secretaria Executiva de Meio Ambiente, Erika Melo, comentou um pouco sobre as árvores que foram inseridas no Clube Municipal. “Plantamos aqui hoje espécies nativas da mata atlântica, como pitanga e cajá. Tudo com a participação dos alunos, no intuito de transforma-los em agentes de preservação. É importante destacar que a educação ambiental começa em casa e é reforçada na escola. Só assim ela perdura pela vida inteira”, salientou.