Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Prefeitura cancela Paulistar 2018


O Paulistar já estava praticamente pronto, com as atrações definidas para os quatro dias de shows no palco da Praça João Pessoa, centro da cidade, quando a gestão foi surpreendida com a greve dos caminhoneiros, que atingiu em cheio serviços essenciais de manutenção, como a Operação Tapa Buracos, que estava em vias de ser iniciada e a redução da coleta, causando um acúmulo de entulhos na cidade.
Mesmo com o apoio do Governo do Estado, diversos gastos seriam bancados pelos cofres públicos municipais. Por este motivo, o prefeito convocou reuniões com os secretários municipais e os vereadores, para avaliar o impacto da decisão de cancelar as festividades, chegando ao consenso que a melhor opção para o município, neste momento, será empregar os recursos em ações de manutenção da cidade.
“Sabemos da importância do Paulistar para a população, mas em tempos de lençol curto, precisamos definir prioridades. A festa passa, enquanto que os trabalhos que vamos executar vão trazer benefícios permanentes para a cidade”, avaliou o prefeito.

Clique aqui para ter acesso ao Portal do Contribuinte / IPTU


A Secretaria de Finanças disponibiliza temporariamente os link's abaixo:


Cidadania em Movimento Social beneficia moradores do Engenho Maranguape


Os moradores do bairro do Engenho Maranguape receberam na manhã desta sexta-feira (08.06) mais uma das ações pontuais do Cidadania em Movimento Social. A iniciativa aconteceu no Centro de Qualificação Profissional do bairro e contou com serviços de assistência social, saúde, beleza, mobilidade e transporte.
O secretário de Políticas Sociais e Esportes do Paulista, Augusto Costa, comentou sobre a ação. “Através do Cidadania em Movimento Social nós estamos chegando mais perto do povo, para atendê-los com mais conforto por ser próximo das suas casas. Nosso desejo é sempre atender a população cada vez melhor”, explicou.
A cuidadora, Maria Roseane, falou das facilidades que a iniciativa leva à comunidade. “Muito bom, pois quando vamos fazer esses procedimentos em outros lugares perdemos muito tempo, quando marcamos um exame, ele não pode ser realizado no mesmo dia e nessa ação a gente só chega, faz a fichinha e é atendido”, disse.
O Cidadania em Movimento Social é um programa da SPSE que conta com a parceria de outros órgãos da gestão e empresas privadas. Hoje estavam presentes as Secretarias de Saúde, Mobilidade e Administração das Regionais, a empresa Celpe e um grupo de consultoras da rede de cosméticos Nemawashi fazendo limpeza de pele. 

Paulista realiza ação de limpeza em importante via de Jardim Paulista


Uma equipe formada por 12 homens da Secretaria Executiva de Serviços Públicos está limpando o matagal existente na Avenida Tancredo Neves, em Jardim Paulista Baixo. O trabalho vai beneficiar o canteiro central e lateral da via, que serve de acesso à BR-101. A expectativa é de que o serviço no local seja finalizado ainda neste fim de semana.

A ação contempla um trecho de mais de um quilômetro, entre o giradouro em frente à UPA e a via de acesso ao terminal de ônibus do bairro. O recolhimento do material já está sendo feito de forma paralela com o apoio de caminhões do tipo caçamba.

Este tipo de ação está sendo realizada em outras localidades do município, como ocorreu recentemente no Centro. A iniciativa também contempla os principais corredores viários.  

Projeto “Educação para o Trânsito” chega à rede particular de ensino do Paulista


O projeto “Educação para o Trânsito”, coordenado pela Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais, vem crescendo a cada dia em Paulista. Prova disso, é que a iniciativa atendeu a primeira escola da rede particular do município na manhã desta sexta-feira (08.06).
A ação, que consiste em direcionar as crianças a um comportamento civilizado no trânsito, atendeu a 160 alunos do Educandário Professora Carmelita, localizado em Jardim Paulista Baixo. Na oportunidade, as autoridades de trânsito do município puderam passar conhecimentos básicos sobre o trânsito e suas leis para a criançada.
O coordenador de Educação para o Trânsito do Paulista, Ícaro Barbosa, comemorou o avanço do serviço prestado pela gestão. “Essa é uma nova página na educação para o trânsito do Paulista. A atual gestão sempre teve o desejo de ampliar o serviço para atender toda a população, e hoje conseguimos levar nosso conhecimento para as crianças de uma escola particular”, afirmou.
A equipe da Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais se comprometeu a ministrar palestras sobre segurança viária desde o ano passado, quando decidiu criar o projeto. A iniciativa faz parte de uma determinação do Código de Trânsito Brasileiro, que orienta as administrações públicas a elaborarem ações com foco na diminuição do índice de mortes e feridos nas estradas do país.
A gestora do educandário, Ana Maria Ataíde, revelou como conheceu o projeto. “O pai de um aluno daqui é agente de trânsito e nos apresentou a iniciativa. Logo me interessei”, afirmou. “Decidimos solicitar essa palestra para orientar e educar os nossos futuros condutores”, concluiu a diretora.
A instituição que tiver interesse em ser contemplada com o serviço deve entrar em contato com a Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais, através do e-mail: educacaoemtransito@gmail.com. O serviço é totalmente gratuito.

Educação do Paulista vai dar continuidade ao PNAIC na rede municipal de ensino



Seguindo o compromisso de garantir uma educação pública de qualidade para os estudantes do Paulista, a Secretaria Municipal de Educação realizou a formação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). O evento, que aconteceu no Senac, em Jardim Paulista, reuniu os profissionais de ensino do município durante esta sexta-feira (08.06). A iniciativa faz parte de um acordo realizado entre o Governo Federal e o município do Paulista. O programa que atua na rede desde 2013, encerra sua jornada no município neste ano.
Durante o evento, os profissionais da educação contaram com uma palestra do dr. em educação com foco em linguagem, Jairo Araújo, sobre a importância do projeto de alfabetização e letramento das crianças, através das práticas de leitura na escola. Cerca de 450 profissionais participaram do evento, entre eles, os articuladores do programa novo Mais Educação, e professores, da Educação Infantil ao 3º ano do Ensino Fundamental.
De acordo com a coordenadora do projeto, Angélica Rosa, O PNAIC veio acrescentar, trazendo novas práticas pedagógicas de alfabetização e letramento nesses cinco anos do acordo. “O programa contribui para a leitura de mundo como uma prática social. Não apenas alfabetizar, mas oferecer um entendimento de mundo para a garotada. Além de ampliar a visão do professor para a dinâmica na sala de aula”, destacou.
O programa foi um compromisso firmado com o governo federal para elevar os índices de alfabetização. Para alfabetizar as crianças até os oito anos de idade. A iniciativa trouxe um processo de formação para os professores, dando sugestões inovadoras. “Foi importante porque pudemos aprender ideias novas, expor as nossas dúvidas, além da riqueza na troca de informações com outros profissionais”, afirmou Vilma dos Montes, supervisora da Escola Municipal Cônego Costa Carvalho.
Foram cinco anos do programa na cidade que resultaram em avanços progressivos da rede de ensino, segundo a Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA). O secretário de Educação, Carlos Jr, falou sobre o seguimento que será dado após o encerramento do programa. “O programa do Governo Federal (PNAIC) era um plus, mas o término dele não significa que deixaremos de colocar em prática o que ele propõe. Pelo contrário, vamos manter a política própria do município para dar continuidade ao processo de alfabetização e letramento das crianças. 

Paulista é palco do primeiro festival sobre questões étnicas raciais


Um momento de reflexão sobre promoção étnica racial, difusão da cultura afro-brasileira e o enfrentamento ao racismo, com este objetivo o Município do Paulista sediou o I Festival da Juventude Negra da cidade. A ação aconteceu na manhã desta sexta-feira (08.06), no auditório do bloco C, da Faculdade Joaquim Nabuco, no Centro.
Na ocasião, representantes da sociedade civil e agentes do governo, compuseram a mesa de discussões para debater assuntos acerca do tema: “13 de maio não é dia de negro em Paulista”, que através desta iniciativa desenvolve ações e atividades para nortear as ações da Secretaria de Educação do município.
Logo após algumas questões serem deliberadas no local, estudantes da rede de ensino da cidade, representaram manifestações da cultura afro-brasileira, entre os destaques, o grupo Atos de Resgate, formados por alunos da Escola Municipal Susie Regis. Cerca de 150 pessoas compareceram ao auditório, composto por seis escolas municipais, e a Escola Clídio de Lima Nigro, localizada em Olinda, além de convidados.
José Rufino, gerente da Igualdade Racial do Paulista, destaca porque é importante trabalhar estas questões com os jovens do município. “A juventude esta trazendo um protagonismo muito forte, com proposta que o município possa implantar e efetivar. Como por exemplo, o conselho de igualdade racial, audiências públicas além de como desenvolver as politicas no quesito raça e cor”, disse. 
Presente no local, o secretário de Educação do Paulista, Carlos Junior, enfatizou a importância de desenvolver atividades como esta na rede de ensino, e levar os estudantes a serem pessoas mais envolvidas nesses debates. “A juventude precisa ter consciência que o país ainda tem pessoas racistas. O racismo esta presente em todas as esferas, na politica, educação, nas instituições. E a conscientização do mal que este desrespeito trás, tem que partir da educação”, ressaltou.
O I Festival da Juventude Negra do Paulista foi uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação do Paulista, por meio da Gerência de Igualdade Racial.

Após paralisação dos caminhoneiros, Prefeitura mostra trabalho


Devido à paralisação dos caminhoneiros, os trabalhos de manutenção da Cidade do Paulista foram afetados, o que geru uma deficiência na normalização dos serviços, que foram intensificados a partir do dia 31 do mêspassado.  Com isso, voltaram à regularidade ações como: coletas de lixo, remoção de entulho, limpeza de mercados públicos, manutenção de praças, poda de árvores, varrição, manutenção de postes, limpeza do cemitério, desobstrução de canaletas, recuperação do calçamento, roçagem, entre outros serviços.  Desde quando os serviços foram intensificados, foram registrados cerca de 141 pontos de entulho removidos em toda Cidade, e outras 65 ações durante esse período de 9 dias.  Como uma maneira de prestar contas das ações, a Prefeitura do Paulista, por meio da Secretaria Executiva de Serviços Públicos, exibe toda sexta-feira os resultados alcançados

Uana Mahin lança videoclipe apresentando a ancestralidade negra e feminina



Por meio da música a artista realiza um trabalho inspirado no universo dos orixás, com referências que vão do jazz à salsa, passando por vários elementos da música afro-brasileira

 

Já está disponível na plataforma YouTube o videoclipe “Pantera”, primeiro da cantora e compositora, Uana Mahin, que também dá nome ao seu disco a ser lançado no mês de julho. Com direção de Ana Olívia Godoy, as imagens introduzem o espectador no universo de inspiração da artista, que passa pela ancestralidade negra e feminina, falando para e sobre a mulher negra.

 

De produção independente, o videoclipe foi gravado num prédio em ruína, com o propósito de apresentar um lugar incomum e fora da realidade. “O clipe é um momento de conexão, um estado de preparação, fortalecimento e cura para poder lutar, retratando o quanto precisamos nos afirmar pra estar no mundo e o quanto se afirmar fortalece e ressignifica a nossa presença aqui. Espero que o espectador se conecte com esse universo pessoal e ancestral de alguma forma”, enfatiza Uana.

 

Além da direção, Ana Olívia Godoy também esteve à frente das fotografias, ao lado de Alexandre Salomão. Uana Mahin foi a responsável pelo roteiro e a produção executiva, em conjunto comLuiza Cavalcanti. A direção de arte foi de Ivson Santos, Maquiagem de Raquel Vasconcelos, iluminação de Arthur Marrocos e still com Laís Domingues.

 

Uana Mahin

 

Cantora e compositora desde os 17 anos, Uana Mahin iniciou sua carreira musical com o grupo Sagaranna, onde foi cantora, percussionista e compositora de algumas músicas que integram o disco “Véu do dia”, primeiro e único do grupo, que fez várias apresentações no estado e até turnê pela Europa no fim de 2013.

 

Além do Sagarana, a artista cantou ainda junto a Maciel Salú, Adiel Luna e do Afoxé Oyá Tokolê Owó, se apresentando em vários festivais e palcos. A partir de 2016 iniciou seu trabalho solo, desenvolvendo um trabalho inspirado no universo dos orixás e com referências que vão do jazz à salsa, passando por vários elementos da música afro-brasileira.

 

Link do vídeo:https://youtu.be/KwOD5iMPRJs


Pernambuco desenvolve tecnologia que reduz riscos ambientais na extração de petróleo  


O gerenciamento de grandes volumes de água resultante da extração de petróleo nas plataformas marítimas é um dos desafios mais difíceis enfrentados pelas empresas petrolíferas. Contendo altos índices de óleo e graxa, essa água não pode ser descartada no mar sem antes passar por uma estação de tratamento instalada em terra firme para onde são levadas em grandes navios antes de serem lançadas em alto mar após o tratamento.

 

A solução para simplificar essa complexa operação e diminuir significativamente os riscos ambientais foi desenvolvida pelo engenheiro e pesquisador Raimundo Silton, diretor daGasil - Gases e Equipamentos, com sede em Pernambuco.  “Utilizando um processo de oxidação molecular a partir de uma usina geradora de ozônio, a tecnologia é capaz de, em algumas horas, eliminar completamente todo o resíduo de óleo e graxa presentes da água de produção”, afirma.

 

Silton explica ainda que, com o seu sistema, o deslocamento de grandes volumes de água para estações de tratamento no continente torna-se desnecessário porque a água produzida na extração do petróleo pode ser tratada no tanque de um navioancorado próximo à plataforma de petróleo e em seguida devolvida limpa ao mar.

 

Além disso, ele ressalta que, além de ser mais eficiente do que os processos de descontaminação utilizados atualmente, sua tecnologia também permite uma redução no custo total da operação em mais de 50%. “O processo é bem mais barato porque os únicos insumos utilizados são energia elétrica e o ar atmosférico de onde é retirado o ozônio.

 

O processo desenvolvido pela Gasil também pode ser utilizado para a limpeza e descontaminação dos gigantescos tanques de armazenamento de petróleo existentes nos parques de tancagem das empresas petrolíferas.

 

As vantagens oferecidas pelo sistema idealizado por Silton despertou o interesse da Petrobras e da subsidiária, Transpetro, as quais enviaram engenheiros e técnicos à sede da Gasil,na última terça-feira (5), para acompanhar os testes realizados do laboratório da empresa com amostras de água de produção e de resíduos existentes nos tanques de armazenamento.

 

“Os resultados obtidos na eliminação de resíduos foram 100% satisfatórios”, afirmou o pesquisador. Diante disso, os técnicos programaram uma visita da equipe da Gasil à Petrobras, no Rio de Janeiro, fim de que seja feita uma avaliação das condições estruturais do parque de tancagem e para coleta de subsídios para a elaboração de um projeto para atender às necessidades da empresa petrolífera.

 

Com mais de 25 anos de atuação no mercado, a Gasil também desenvolveu tecnologia para tratamento de esgotos sanitários em grandes cidades. Desde 2008, a Companhia de Água e Esgotodo Maranhão – CAEMA conta com os serviços da empresa para realizar o tratamento de desinfecção bacteriológica dos resíduos do esgoto da capital São Luiz. Além disso, a Gasil também detém a patente da tecnologia empregada para substituição do enxofre por ozônio do processo de branqueamento do açúcar, o que torna o produto mais saudável e possibilita a adição de micronutrientes como as vitaminas.

Junior Matuto e deputado Francismar se reúnem mais uma vez e reafirmam compromisso


Em mais uma agenda política, o prefeito do Paulista, Junior Matuto e o deputado Francismar Pontes (PSB) reuniram dezenas de pessoas no bairro de Maranguape II, na noite desta quinta-feira (07), com o intuito de reafirmar perante a população o compromisso do prefeito em apoio à pré-candidatura do parlamentar, além da candidatura de João Campos, para deputado federal, e ao governador Paulo Câmara, que busca a reeleição.


Na ocasião, o prefeito Junior Matuto ressaltou o papel importante que o deputado Francismar tem desempenhado na Assembleia Legislativa, para o Estado e sobretudo para Paulista, já que o parlamentar tem destinado inúmeras emendas para o município. Segundo Matuto, o sentimento do deputado é de gratidão pelo gesto que os moradores do Paulista fez há quatro anos atrás.


“Como todo deputado estadual, o deputado Francismar tem direito a R$ 1,5 milhão em emendas parlamentares, e em por vários anos ele destina quase todas as emendas para Paulista. E isso também é um gesto muito grande, porque, para vocês ter uma noção, só de convenio com o Governo Federal estou rodando R$ 92 milhões e com o Governo do Estado já passa de R$ 40 milhões”, destacou Matuto.


De acordo com Francismar Pontes, a parceria com Matuto se deu sob a bênção do ex-governador Eduardo Campos, durante o pleito de 2014. “Hoje meu sentimento é só de gratidão por Paulista. Eu vim para cá há quatro anos, e hoje eu sou parceiro da cidade, não só amigo de Junior Matuto, que é um cara que tem competência de montar um secretariado muito bom, bem azeitado, além disso tem uma Câmara muito boa para o ajudar, com pessoas preparadas e que sabem o sentimento da população”,enalteceu Pontes.


Para o prefeito Junior Matuto, esses encontros têm sido bastante proveitosos e bem recebidos pela população. “Mesmo com a rejeição da população à política em si, com o desgaste, temos de reconhecer que Paulista, nesse exato momento está enfrentando vários problemas, o que nos levou a cancelar o São João para investir na manutenção. E mesmo assim, estamos tendo uma aceitação boa, porque só de o povo deixar seus afazeres, deixar a família e sair de casa para escutar política nummomento desse, isso pra gente é uma conquista. É uma vitória”, concluiu Junior.


--