Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Paulista abre período de renovação e novas matrículas para o curso de Libras

Nesta quinta (09) e sexta-feira (10.08), a Secretaria de Educação do Paulista realiza a renovação das matrículas dos alunos veteranos do curso de Libras do Projeto EDUCALIBRAS nos módulos Básico II e Intermediário.


Já para aquelas pessoas que têm interesse em fazer a Língua Brasileira de Sinais (Libras), as inscrições vão acontecer nos dias 29,30 e 31 de agosto. Para realizar a matrícula, os interessados devem levar uma foto 3x4, cópias do RG e do comprovante de residência.
As inscrições dos veteranos e novatos acontecem no Centro de Formação, localizado na Rua Edson Borges, no bairro da Aurora, no horário das 9h às 16h.

Serviços de apoio à mulher vítima de violência podem ser encontrados em Paulista

Sancionada em 07 de agosto de 2006, a Lei Maria da Penha completou 12 anos, nesta última terça-feira (07.08). Em meio a vários crimes cometidos contra as mulheres, a legislação desempenha um papel importante para a proteção dos direitos femininos, ao endurecer a punição por qualquer tipo de agressão no ambiente doméstico e familiar.


De acordo com o Ministério dos Direitos Humanos (MDH), que administra a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, o Ligue 180, foram registradas no primeiro semestre deste ano quase 73 mil denúncias. O resultado é bem maior do que o registrado em 2006 (12 mil), primeiro ano de funcionamento da Central.
As principais agressões denunciadas são cárcere privado, violência física, psicológica, obstétrica, sexual, moral, patrimonial, tráfico de pessoas, homicídio e assédio no esporte. As denúncias também podem ser registradas pessoalmente nas delegacias especializadas em crime contra a mulher.
Através da Lei Maria da Penha, o Código Penal passou a prever estes tipos de agressão como crimes, que geralmente antecedem agressões fatais. O código também estabelece que os agressores sejam presos em flagrante ou tenham prisão preventiva decretada se ameaçarem a integridade física da mulher.
Em Paulista, as mulheres vítimas de violência doméstica e familiar podem procurar ajuda no Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM). A unidade conta com uma equipe multidisciplinar que oferece apoio psicológico, jurídico e assistência social, e funciona na Rua Santa Tereza, número 384, no bairro da Aurora. Além dos serviços oferecidos pela gestão municipal, elas também devem se dirigir à Delegacia da Mulher, que fica no Complexo de Segurança Pública, no Centro da cidade.

Fonte: Agência Brasil
Foto: Empresa Brasileira de Comunicação (EBC)

Estudantes do Paulista contemplam exposição em preservação ao meio ambiente

Uma exposição sobre a preservação ao meio ambiente tem chamado à atenção de quem passa pela Avenida Marechal Floriano Peixoto, no Centro do Paulista. É que no pátio da Secretaria de Educação do município esta acontecendo à exibição da mostra “Narrativas de Resiliência”. Os painéis com imagens estão à disposição do público em geral que queira dar uma conferida na iniciativa.
As fotos foram realizadas num curso de férias que aconteceu no mês de janeiro, e contemplou jovens com até 17 anos matriculados na rede municipal de ensino. As escolas municipais que foram agraciadas pela ação foram a Dra. Gêlda Amorim, Maria Luiza Pessoa de Andrade ambas de Paratibe, e Heinz Hering, de Jardim Paulista Alto.
A ação é pioneira na cidade. Esta exposição é oriunda do projeto Águas, Biodiversidade e Florestas, que partiu de uma iniciativa do Instituto Ecoar, em conjunto com a Estação Ecológica de Caetés, a Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco (CPRH), e a Secretaria de Educação do Paulista.
Na manhã desta quarta-feira (08.08), alunos do 1° ano do Ensino Fundamental do Colégio Municipal José Firmino da Veiga, foram prestigiar a exposição. A estudante Tainá de Souza, de 8 anos, ficou impressionada pelas imagens. “Gostei muito do que estou vendo, os pássaros, as plantas, a borboleta, de tudo. E através do que o tio falou sobre como preservar os animais e as plantas, vou ter mais cuidado para cuidar da natureza”, disse.
A exposição “Narrativas de Resiliência” segue até a próxima sexta-feira, dia 10 de agosto, no pátio da Secretaria de Educação do Paulista, que fica localizado na Avenida Marechal Floriano Peixoto, s/n, Centro, ao lado do Teatro Municipal Paulo Freire. 

Ministério Público recomenda veto à Lei que altera eleições dos Conselheiros Tutelares do Paulista

“Ao Senhor Prefeito do Paulista, Gilberto Gonçalves Feitosa Junior, (recomendo) que vete a presente lei, por ser prejudicial aos interesses das crianças e adolescentes do Município do Paulista e porque a legislação existente, em vigor há três anos, de vanguarda, traz em si todos os requisitos necessários dentro dos padrões exigidos e respeitando principalmente os princípios da legalidade, moralidade e transparência, basilares no serviço público”.
Esta é a transcrição na íntegra da recomendação feita pela promotora de Justiça de Defesa da Cidadania do Ministério Público, Maria Izamar Ciríaco Pontes, para que o prefeito Junior Matuto vete projeto de lei aprovado na Câmara de Vereadores do Paulista, na sessão ordinária da última terça-feira (07.08).

Ao tomar conhecimento do conteúdo da PL aprovada no plenário da Casa Torres Galvão, a promotora de Justiça emitiu a Recomendação 005/2018 que entre diversas considerações, conclui que o projeto de lei municipal aprovado, “fere o principio da transparência, moralidade exigidos no serviço público e violam os preceitos do Estatuto da Criança e do Adolescente, chancelando a volta de pessoas desqualificadas para o exercício de uma função tão importante que é a do Conselheiro Tutelar, representando um verdadeiro retrocesso no processo eleitoral. Não havendo justificativa para tal mudança”.
Depois da audiência com Drª Maria Izamar, os Conselheiros das Regionais Praias e Centro solicitaram reunião com o chefe de Gabinete, Francisco Padilha, na manhã desta quarta-feira (08.08), para entregar, em mãos, o ofício 329/2018, para conhecimento e cumprimento da recomendação de veto à lei aprovada na Câmara e ainda que os vereadores do Paulista se abstenham de derrubar tal veto. 

Reforma do Teatro Paulo Freire marca novo tempo na cultura do Paulista

Diante de uma plateia formada pelos artistas que vivenciam a cultura da cidade, o prefeito do Paulista, Junior Matuto, assinou nesta quarta-feira (08.08) a Ordem de Serviço da reforma do Teatro Paulo Freire, no Centro do município. Essa será a primeira obra desse porte após a inauguração da casa de espetáculos no mês de maio de 1944. O serviço, que vai custar R$ 270 mil aos cofres da prefeitura, já começa nesta quinta (09), inaugurando um novo tempo para o segmento cultural. A expectativa é de que a reforma seja concluída em até 180 dias.

O investimento realizado na obra vai garantir mudanças significativas na estrutura atual do teatro. Uma das principais vai ocorrer na fachada do imóvel, que passa a contar com um revestimento que dialoga com os aspectos arquitetônicos dos principais monumentos históricos da cidade, como a Igreja Matriz de Santa Isabel, as chaminés das antigas fábricas e o casarão da família Lundgren.

Além disso, o serviço vai contemplar outros aspectos importantes, como o aumento da inclinação das cadeiras da plateia; implantação de tratamento acústico nas paredes e o teto do espaço; construção de um mezanino; ampliação do hall de entrada e da bilheteria; ampliação e modernização dos camarins; ampliação e recuperação dos banheiros; e revitalização do telhado.

Após autorizar o início da obra, o prefeito Junior Matuto fez questão de ressaltar que a reforma do teatro vai além do compromisso com o segmento da cultura da cidade. “O que estamos fazendo aqui hoje é reafirmar o nosso comprometimento com Paulista. A reforma desse espaço não é um capricho, um instrumento de uma classe. Pelo contrário, estamos falando de um teatro com mais de 70 anos que faz parte da história do município. Isso é muito gratificante pra gente. O que nós queremos agora é que a cultura na nossa cidade comece a se propagar, inclusive, saindo daqui, entrando nas salas de aula, chegando aos nossos colaboradores e a população em geral. Em Paulista nós temos condições de produzir e consumir cultura”, destacou.

Presente ao evento, o ator Vinícius Coutinho, que sempre lutou pelas causas culturais na cidade, teceu elogios a gestão por conta da reforma do teatro. Ajoelhado, como forma de agradecimento, ele fez questão de dizer que o segmento está extremamente feliz. “Muita gente me acha chato. Mas eu não sou. O que eu queria é que esse teatro tão importante continuasse vivo, de pé. Por isso, hoje eu faço questão de dizer que o teatro de Pernambuco agradece de coração a você (Junior Matuto) e sua gestão por ter entrado de cabeça e acreditado nos artistas do Paulista e das outras cidades”, comemorou.   

A poetisa, escritora e membro da Academia de Letras e Artes do Paulista, Bernadete Serpa, reforçou o que disse o ator Vinícius Coutinho, destacando a sua relação e de muitos outros com o espaço. “Sou cria desse teatro. Desde os 15 anos estou envolvida com as coisas daqui. E hoje posso dizer que estou feliz em ver que uma gestão conseguiu enxergar a necessidade dos artistas e decidiu investir nessa reforma. Isso é muito importante para tantos que fazem cultura não só na nossa cidade”, disse.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura, Fabiano Mendonça, destacou que a reforma vai ser apenas uma das novidades no teatro. “Estamos com um monte de coisas boas encaminhadas. A reforma é apenas uma delas. Tem também a chegada de novos equipamentos de iluminação cénica, que conseguimos junto à Fundação Nacional de Arte (Fenarte). Outra coisa importantíssima é a devolução do anexo do teatro, que foi cedido ao Tribunal Regional Eleitoral antes da gestão do prefeito Junior matuto. Isso é a prova que esse governo sempre esteve ao lado de quem faz arte e cultura na nossa cidade”, argumentou o gestor.

O evento no Teatro Paulo Freire também contou com a presença de secretários municipais, vereadores e moradores da cidade. Diversos artistas da cidade marcaram presença para prestigiar essa solenidade tão aguardada. 

CONTRIBUIÇÃO – O projeto da reforma do teatro foi elaborado por técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação do município. O secretário-executivo da pasta, Paulo Marenga, ficou encarregado de apresentar aos participantes do evento o que está planejado para o imóvel. A concepção da obra levou em consideração, inclusive, a contribuição de profissionais com larga experiência em teatro, como Roberto Costa, que foi convidado pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura para colaborar.  

Espetáculo 'Magna', de Christianne Galdino, é uma celebração à vida

Jornalista e bailarina pernambucana iniciou financiamento coletivo para levar aos palcos espetáculo sobre superação do câncer de mama
Foi inspirada pela história da mãe que a jornalista, produtora cultural, pesquisadora e bailarina pernambucana Christianne Galdino, 45 anos, trouxe ao mundo o enredo de Magna. Diagnosticada com câncer de mama em novembro de 2017, Christianne desenvolveu um espetáculo de dança baseado na cultura popular do Nordeste brasileiro para tratar de forma leve e poética a delicada e complexa temática da doença.
“O nome Magna é uma homenagem à minha mãe, falecida em 1991, em decorrência de complicações do câncer de mama”, explica ela. “Não sofri quando descobri que eu também estava doente porque entendi, à luz da minha religiosidade budista, que essa seria uma oportunidade de transformar esse carma negativo, para que não ele perdure nas próximas gerações da minha família”.
Decidida a não se entregar à tristeza, Christianne, participante da primeira formação do Balé Brasílica - braço jovem do Balé Popular do Recife, do qual passou a ser bailarina em 1991, contou com o apoio fundamental de Pedro Pernambuco, também bailarino e seu “irmão na dança” para elaborar a proposta do espetáculo, uma oportunidade para que ambos, após alguns anos longe dos palcos, voltem a dançar.
O elenco, dirigido por ela, é formado por cerca de 30 bailarinos, de variados níveis técnicos – alguns estão tendo a primeira experiência com a dança -, que se desdobrarão para apresentar ritmos como maracatu, caboclinho, xaxado e frevo. Será uma mescla entre balé e artes circenses, para contar todas as etapas de luta e empoderamento na batalha contra o câncer.
Compositores locais cederam os direitos de suas canções para delinear a trilha sonora de Magna, entre eles, Flaira Ferro, com as músicas Me Curar de Mim e Bom Dia, Doutor. Os ensaios acontecem no Vila, espaço de arte-educação gerido por Christianne e o marido, o mágico Raphael Santacruz.
Com estreia marcada para outubro, no Teatro de Santa Isabel, o Magna é, além de uma celebração à vida, uma maneira de Christianne estender o cuidado consigo a outras mulheres. Toda a renda adquirida com o espetáculo será destinada a pacientes do Hospital de Câncer de Pernambuco, através do financiamento de testes genéticos, uma das formas de prevenção à doença.
“Testes genéticos são exames de sangue realizados em pessoas com indicação médica, que tenham propensão à doença. Se o resultado for positivo, significa que a paciente tem uma mutação genética que acusa uma probabilidade muito alta de desenvolver câncer de mama ou ovário. Esses testes não são oferecidos pela rede pública de saúde, por isso a necessidade de investir recurso próprio”, explica Christianne.
Para as pacientes ainda não diagnosticadas com a doença, a recomendação, caso o teste genético tenha resultado positivo, é que se faça a cirurgia profilática, que consiste na retirada das mamas e implantação de próteses.
Para que o projeto, de fato, aconteça, a coreógrafa abriu um financiamento coletivo online com o objetivo de arrecadar R$ 37 mil, valor necessário para custear o aluguel e a manutenção do espaço onde acontecem os ensaios, além da confecção de figurinos, adereços, cenografia e demais detalhes da produção.


As doações para que o Magna aconteça podem ser feitas até o dia 26 de agosto através do site Catarse. Aqueles que contribuírem com valores acima de R$ 40 receberão recompensas que vão do ingresso para a pré-estreia da montagem a camisetas com a logomarca bordada à mão.
“Queremos muito conseguir montar o espetáculo, mas o Magna vai além disso. A intenção levar também a mensagem de que precisamos cuidar de nós mesmas. Quanto mais cedo se tem o diagnóstico, mais chance há de cura. O câncer é uma doença multifatorial, relacionada à questões como alimentação inadequada, passando pelo sedentarismo, estresse e sobrecarga de trabalho. É preciso que estejamos atentas também ao nosso lado emocional”, encerra Christianne Galdino.

COLABORE COM A CAMPANHA AQUI.

SIGA O MAGNA NAS REDES SOCIAIS: