Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

G1: Pesquisa Ibope em Pernambuco: Paulo Câmara, 27%; Armando Monteiro, 21%

Fonte: TV Globo




  • Paulo Câmara (PSB): 27%
  • Armando Monteiro (PTB): 21%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 3%
  • Julio Lossio (Rede): 3%
  • Maurício Rands (PROS): 2%
  • Simone Fontana (PSTU): 2%
  • Dani Portela (PSOL): 1%
  • Branco/nulo: 32%
  • Não sabe/não respondeu: 8%
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo "Jornal do Commercio". É o primeiro levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.


Guarda Municipal de Olinda intensifica fiscalização contra o uso do cerol em pipas



Nesse período de ventos mais fortes é comum olhar para o céu e ver um tipo de brinquedo que mexe com imaginário de crianças, adolescentes e até adultos: as pipas. Também conhecidas como papagaio, arraia, quadrado, as pipas podem ser bem perigosas para motociclistas e pedestres quando usadas de maneira inadequada. Isso porque algumas pessoas utilizam o cerol (mistura de cola e vidro na linha) e o material cortante pode ferir e até matar quando atinge alguém. Preocupada com a segurança dos olindenses, a Guarda Municipal vai intensificar as ações de fiscalização em Olinda durante a semana e principalmente nos sábados e domingos, período em que há maior quantidade de gente na Orla na cidade.
Seguindo a Lei Estadual 11.931, a qual proíbe uso da substância do cerol nas linhas desde 2001, a Secretaria de Segurança Urbana de Olinda vem atuando na prevenção desse tipo de situação. “É importante ter cuidado, tanto nos locais em que se empina, longe de fios e da rua, como também com o uso do cerol”, ressaltou o secretário de Segurança Urbana, Pereira Neto.  
Para evitar acidentes, a população também pode colaborar. Em caso de denúncia, o cidadão deve  ligar para Guarda Municipal pelo telefone 153.

Profissionais da Defesa Civil intensificam ações no fim de semana

Neste fim de semana, uma força-tarefa da Defesa Civil de Olinda executou serviços em diversos pontos da cidade. O trabalho focou na manutenção, assim como a prevenção em áreas de risco, priorizando a segurança da população. A construção de escadarias também fez parte da execução, beneficiando os pedestres. As equipes passaram pelos bairros de Águas Compridas, Córrego do Abacaxi, Aguazinha e Jardim Atlântico, atendendo as principais demandas dos moradores.

Na Rua Amanhecer e na Segunda Travessa da Sucupira, em Águas Compridas, as equipes ainda promoveram a limpeza e desobstrução, deixando as vias de cara nova.  A medida se repetiu na Rua Vênus, no Córrego do Abacaxi, sendo acompanhada de perto pelos cidadãos. Passando para a Rua Esperança, nas imediações do antigo Aterro Sanitário os profissionais executaram a remoção de entulhos acumulados indevidamente.
Já no bairro de Jardim Atlântico, a Rua Jornalista Edson Regis teve a mobilidade devolvida, com a retirada de materiais abandonados. O trabalho, durante o fim de semana, também ganhou um regime especial no Núcleo de Produção da Defesa Civil, com a fabricação de peças como tubos, tampas, placas e piquetes. O equipamento municipal representa celeridade e, ainda, a redução de custos para os cofres públicos.

Livro reúne conteúdo sobre Direito

O mundo jurídico segue em pauta, em Olinda. Na noite desta sexta-feira (17), o lançamento do livro “Ética e Direito em Debate” reuniu autoridades de todo o país no Palácio dos Governadores, no Sítio Histórico, sede do Executivo Municipal. A obra é organizada pelos juristas Cristiano Carrilho, Ana Paula Moraes Canto e Fabiana Domingues, trazendo um apanhado de importantes artigos e debates acadêmicos sobre o tema. O encontro festivo também foi marcado pelo frevo e demais apresentações artísticas, celebrando o Dia Mundial do Patrimônio Cultural.
A solenidade foi promovida pela Academia Brasileira de Ciências Criminais (ABCCRIM), com sede em Olinda, tendo em vista a cidade ser considerada o berço dos cursos jurídicos no Brasil. Em linguagem clara e capaz de aproximar os leitores, o livro se mostra como uma peça importante para a população. “Estão reunidos mais de 30 coautores, entre professores, advogados e juízes. As páginas trazem temas atuais e que fazem parte do cotidiano das pessoas, como fake news, direitos sobre imóveis e crise política. A leitura é esclarecedora”, destacou Cri