Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Conheça alguns benefícios oferecidos para os deficientes

As pessoas com deficiência possuem vários benefícios que podem facilitar a vida delas, mas muitas vezes falta o conhecimento do assunto. Esses auxílios são desde mobilidade até a garantia de um salário mínimo mensal para custear necessidades básicas, e podem ser solicitados de forma rápida em algumas secretarias da Prefeitura do Paulista.


O Estacionamento Especial para Pessoas com Deficiência é uma autorização especial para que veículos devidamente identificados estacionem nas vias públicas e Zona Azul de forma gratuita. A solicitação deve ser feita pessoalmente na Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais, localizada na Avenida Prefeito Geraldo Pinho Alves, nº 222 em Maranguape I. Para dar entrada no documento, é necessário levar RG; CPF ou Carteira de Habilitação originais; original e cópia do Laudo Médico atualizado particular ou do Sistema Único de Saúde, especificando a deficiência e Comprovante de Residência original. 
Outro serviço é o Benefício da Prestação Continuada (BPC), da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), onde há a garantia de um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais, que comprovem não possuir meios de se manter e nem de ser mantido pela família. Ele é destinado para os casos em que a renda do grupo familiar seja menos que ¼ do salário mínimo. Para esclarecer dúvidas e se cadastrar na base do Cadastro Único, o cidadão deve comparecer ao CRAS mais próximo da sua casa ou na própria Secretaria de Políticos Sociais e Esportes. As pessoas que já recebem o BPC devem ficar atentas ao período de atualização, pois, a falta de regularidade cadastral pode ocasionar a perda de benefício.
O cartão livre acesso também é uma vantagem para esse público. Ele assegura direito a pessoas com deficiência física, visual, auditiva e intelectual de utilizarem o transporte público da região metropolitana de forma gratuita. Para conseguir esse benefício é preciso obedecer a uma série de critérios estabelecidos e comprovar a deficiência através de Laudo Médico. Quem já tem o benefício deve ficar atento, pois o Consórcio Grande Recife está realizando a atualização e troca dos cartões e todos devem realizar o procedimento. Para agendar o atendimento, o usuário deve acessar o site http://www.vemlivreacesso.com.br e garantir o agendamento.
Onde solicitar e se informar sobre os benefícios em Paulista:
BPC e Cartão Livre Acesso
Secretaria de Políticas Sociais e Esportes – Avenida Prefeito Geraldo Pinho Alves, 222, Maranguape I
CRAS I – Rua Carpina, 45, Arthur Lundgren I.
CRAS II – Av. Ministro Marcos Freire, 45, Jardim Paulista Baixo.
CRAS III – Rua Dourado, 88, Janga.
CRAS IV – Rua 32, 671, Maranguape II.
CRAS V – Rua Funilândia, 3, Nossa Senhora da Conceição.
CRAS VI – Rua 96, 220, Maranguape I.
Estacionamento Especial
Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais – Avenida  Prefeito Geraldo Pinho Alves, nº 222 em Maranguape I

Shows e missas marcam as comemorações dos 83 anos de Emancipação Política do Paulista

Seguindo com a programação das comemorações do aniversário dos 83 anos da Emancipação Política do Paulista, celebrado no próximo dia 04 de setembro. Nesta terça-feira (28.08), haverá missa com os professores e estudantes presidida pelo Padre Gustavo Nascimento, a partir de meio dia, na Igreja Matriz de Santa Isabel, no Centro da cidade. Às 19h30, a celebração será feita pelo pároco Francisco Belarmino da Igreja Santa Clara de Jardim Paulista.


Durante a festa profana, o público poderá conferir shows com os artistas locais Davi do Forró e Cristiano Diniz. Os shows vão ocorrer na Praça Agamenon Magalhães, em frente à Igreja Matriz de Santa Isabel, a partir das 20h.  
A programação religiosa e cultural da Emancipação Política do Paulista faz parte de uma parceria entre a gestão municipal e Arquidiocese de Olinda e Recife, que está à frente das comemorações da padroeira. A fé e devoção a Nossa Senhora dos Prazeres dos Maranguapes, inclusive, teve início em Portugal no século XVI, quando houve a aparição da santa em uma fonte durante uma terrível peste que dizimava a população de Lisboa. Após o fato, vários enfermos foram curados ao beberem da água milagrosa.

A devoção no Paulista surgiu antes mesmo de se tornar cidade. No ano de 1619 começaram as  homenagens à santa nas terras da Reserva Ecológica Mata do Janga, no bairro de Maranguape II. O primeiro vigário foi dom Manuel Rodrigues Neto. O sacerdote foi nomeado para o ofício por Dom João V. A criação da paróquia ocorreu em 1681.

Confira a grade de apresentações:
Terça-feira (28.08) – Davi do Forró e Cristiano Diniz
Quarta-feira (29.08) – Sambarylove
Quinta-feira (30.08) – Forró das Estrelas
Sexta-feira (31.08) – Eduarda Alves
Sábado (1º.09) – Banda Ynove e Elivieira
Domingo (02.09) – Frei Damião Silva, O Disco e Augusto César
Segunda-feira (03.09) – Adilson Ramos e Banda Rossi
Terça-feira (04.09) – Dia da Emancipação Política – Hasteamento das bandeiras; Missa solene; Entrega das Comendas Pe. João Ribeiro.

Paulista abre novas vagas para o curso de LIBRAS

Você que quer aprender a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) tem uma ótima oportunidade em Paulista. É que a Secretaria de Educação da cidade abre inscrições nesta quarta (29) e quinta-feira (30.08) para novas turmas do Projeto Educalibras. Serão ofertadas 128 vagas para o módulo Básico I (iniciantes) e 28 vagas para o módulo Intermediário.
Os interessados em realizar o procedimento deve se dirigir ao Centro de Formação, localizado na Rua Edson Borges, s/n, na Aurora, Centro. As inscrições ocorrem sempre no horário das 08h às 12h.
Para garantir uma das vagas é preciso ter em mão uma foto 3x4, cópias da identidade e do comprovante de residência. Os candidatos do nível intermediário também precisam apresentar a certificação dos Módulos Básicos I e II.


SERVIÇO:
O quê – Inscrições para novas turmas do curso de LIBRAS;
Quando – Nesta quarta (29) e quinta-feira (30.08), das 8h às 12h;
Onde – Centro de Formação, Rua Edson Borges, s/n, na Aurora, Centro.

Saiba tudo sobre a legislação que rege o estágio

Todo aluno com matrícula e presença regular em curso superior, ensino técnico, ensino médio e educação especial pode fazer um estágio. O órgão empregatício deve firmar um termo de compromisso de estágio, que equivale ao contrato. Nele, são indicados a carga horária, as folgas, o valor da bolsa-auxílio, a área de trabalho e os objetivos do estágio, entre outros dados.

A carga horária do estágio é diferenciada para conciliar os estudos e a atividade profissional. Assim, o período de trabalho não pode ser superior à 4h diárias e 20h semanais (para alunos do ensino fundamental II e educação especial) e 6h diárias e 30h semanais (para ensino médio ou superior).
Além disso, o estudante tem direito a carga horária reduzida à metade em períodos de avaliação.  Se o curso tiver períodos sem aulas presenciais, a jornada de estágio pode se estender às 40h semanais, mas isso deve estar previsto no projeto pedagógico do curso.
No caso dos estágios obrigatórios, a remuneração é facultativa. Para o estágio não obrigatório, entretanto, a remuneração e o auxílio transporte devem ser pagos mensalmente. No que se diz respeito às férias, todo estagiário tem direito a 30 dias de recesso remunerado quando completar um ano de trabalho na empresa.
Caso o estágio tenha sido inferior a isso, os dias de recesso devem ser concedidos aos dias proporcionais. Sendo assim, se o contrato for de seis meses, o estagiário deve tirar 15 dias de férias.
A legislação vigente limita o tempo de estágio na empresa por no máximo de 2 anos. Após esse prazo, o estagiário deve ser efetivado ou dispensado. Se por algum motivo você decidir sair da empresa antes do término do contrato, isso pode ser solicitado sem a necessidade de aviso prévio (a comunicação com antecedência do desligamento). O mesmo acontece caso a empresa decida encerrar o compromisso.
As empresas mais conhecidas por viabilizar contratos entre a empresa e o aluno no estado de Pernambuco são: CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), IEL (Instituo Euvaldo Lodi), CEET (Centro de Estágio e Educação de Pernambuco) e o ABRE.
Para mais informações sobre a legislação que rege os direitos do estagiário, acesse:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11788.htm