Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Agência de Trabalho do Paulista oferece 28 vagas de emprego para esta sexta-feira

A Agência de Trabalho do Paulista oferece nesta sexta-feira (28.09), 28 vagas de emprego para quem pretende ingressar na vida profissional. 10 dessas vagas são para pessoas com deficiência. Confira a seguir a relação completa com as oportunidade de emprego.


VAGAS PARA O PÚBLICO GERAL
15 vagas – vendedor pracista (6 meses de experiência e ensino fundamental completo).
2 vagas – mecânico de bicicleta (6 meses de experiência e ensino fundamental completo).
1 vaga – designer de moda (6 meses de experiência e ensino fundamental completo).
VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA – PCD
1 vaga – armador de ferragens na construção civil (6 meses de experiência e escolaridade não exigida).
1 vaga– auxiliar de cozinha (6 meses de experiência e ensino fundamental completo).
1 vaga– carpinteiro (6 meses de experiência e escolaridade não exigida).
1 vaga– operador de betoneira (6 meses de experiência e escolaridade não exigida).
1 vaga– operador de caixa (6 meses de experiência e ensino médio completo).
1 vaga– pedreiro (6 meses de experiência e escolaridade não exigida).
2 vagas– repositor em supermercados (6 meses de experiência e ensino fundamental completo).
1 vaga– serventes de obras (6 meses de experiência e escolaridade não exigida).
1 vaga– vendedor interno (6 meses de experiência e ensino médio completo).
Os interessados devem se dirigir à sede da Agência de Trabalho do Paulista, localizada na Praça Frederico Lundgren s/n, Centro. O atendimento é realizado de segunda à sexta, das 7h às 13h. Para obter mais informações, os candidatos podem entrar em contato pelo telefone: 3183-7290.

Animais podem ser grandes aliados para o bem estar de seus donos

Eles são chamados de filhos, companheiros ou amigos, os animais de estimação fazem parte da vida de muita gente. Há quem recorra aos animais como uma forma de companhia, como aquelas pessoas que moram sozinhas e encontram no bichinho um apoio emocional. 

 Ao formar um vínculo, alguns animais passam a trazer benefícios para seus donos, eles podem ser considerados grandes estimuladores da autoestima, além de aumentar a prática de exercícios físicos.  Estímulos como esses enriquecem o melhoramento funcional de pessoas que enfrentam depressão ou até mesmo possuem alguma doença crônica. 

A vantagem em ter um bichinho é que eles fazem bem às pessoas de qualquer idade e alegram tanto os momentos de infância, quanto a terceira idade. A criança que tem um convívio com animais é estimulada ao senso de responsabilidade, por ser uma etapa da vida regada de aprendizagem diária, é uma oportunidade de ensinar valores, respeito e cuidados, e serve como um amigo nas horas de diversão e brincadeiras. 


Quanto à terceira idade, onde muitas vezes são desenvolvidos o sentimento da falta de utilidade e o afastamento familiar.  Presentear um idoso, ou estimular seu convívio com o animal, pode ajudar em algum isolamento social, além de estimular a sensação de prazer, que é relacionada à responsabilidade em cuidar, por ter que exercer trabalhos relacionados à alimentação, higiene e saúde deste ser vivo.

A escolha por um animal, seja ele de qualquer espécie, pode ser muito boa para a saúde. Algumas formas de conseguir esses bichinhos são em casas de adoções ou até mesmo em pet shops. Mas é preciso ter consciência que ao decidir adotar ou comprar qualquer animal, você estará cuidando de um ser vivo que precisa de cuidado, atenção e espaço. Então, antes de qualquer decisão que envolva o bem estar é preciso pensar também no conforto do animal. 

Saúde do Paulista promove mutirão de exames para diagnosticar casos de hanseníase em Pau Amarelo

A Secretaria de Saúde do Paulista promoveu na manhã desta quinta-feira (27.09) um mutirão de exames para identificar possíveis casos de hanseníase. O evento aconteceu na Igreja Nossa Senhora do Ó, em Pau Amarelo. A ação contou com dermatologistas e especialistas da área para realizar diagnosticar pessoas com a enfermidade que possuem manchas suspeitas como esbranquiçadas, avermelhadas ou acastanhadas que não causam dor ou coceira.
O público presente também pode esclarecer dúvidas sobre os sinais e sintomas da doença. No total, 25 pessoas foram atendidas no local, com cinco casos identificados da doença, sendo três já em fase avançada, onde há o risco de transmissão. Eles foram encaminhados para o inicio ao tratamento.
Manuela Alencar, coordenadora municipal de hanseníase, ressaltou que os resultados da ação reforçam a importância de desenvolver mutirões como esse em outras comunidades. “Os casos encontrados hoje mostram que dos 25 atendimentos, um em cada cinco tem hanseníase. Que os resultados foram bem positivos pa