Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Mulheres da comunidade Chega Mais podem fazer mamografia gratuita nesta quinta (11)

O exame de mama deve ser feito a partir dos 40 anos. É muito importante que o autoexame seja realizado uma vez por mês, sempre após o aparecimento da menstruação ou em uma data fixa nas mulheres que já não têm menstruação, para que a região mamária seja conhecida e caso algum nódulo apareça a pessoa consiga identificar o corpo estranho no local.

Nesta quarta-feira (11.10), a unidade móvel do programa Amigo do Peito estará na Unidade de Saúde da Família (USF) Chega Mais, localizada na Rua Portugal, 55, no Loteamento Conceição. O público feminino da comunidade tem pode fazer o exame da mamografia de forma gratuita. A ação faz parte da Campanha Outubro Rosa.


Anualmente, a Secretaria de Saúde se engaja na iniciativa que busca conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama, o que aumenta a chance de cura e, consequentemente, a diminuição de mortes por conta da doença.  

Confira a programação:

11.10 – USF Chega Mais, Rua Portugal, 55 Loteamento Conceição;
15.10 – USF Arthur Lundgren I, Rua Carpina, Nº185 Arthur Lundgren I;
19.10 – Ação Secretaria da Mulher, Rua Tertuliano Da Silva, S/N, em Frente Ao Mercado De Paratibe;
26.10 –USF São Pedro Pedalada Rosa, Rua Do Machado, 185 Janga.

Construção de sistema de drenagem vai livrar moradores da Vila Torres Galvão de alagamentos

A Secretaria Executiva de Serviços Públicos do Paulista está realizando uma obra na Rua Pedro Alvares Cabral, na Vila Torres Galvão, que vai livrar a população de alagamentos. É que ao longo da via está sendo construído um sistema de drenagem para o devido escoamento da água que ficava empoçada. Por ser baixo, o local recebe todo o volume das partes mais altas da comunidade. Até uma igreja evangélica que funcionava na rua estava ficando sem poder receber os fiéis para o culto semanal. 

A situação está sendo resolvida com a implantação de caixas de galeria e instalação de 80 manilhas com 60 cm de diâmetro cada. As manilhas vão levar a água até um canal que corta a comunidade, minimizando os transtornos para a população. O serviço, que deve ser finalizado nos próximos dias, está sendo tocado pela equipe de obras da secretaria executiva.

O morador e membro da igreja Assembleia de Deus que funciona na via, Draílton de Souza, 46 anos, está muito satisfeito com a ação da prefeitura no local. “Depois que esse serviço começou por aqui a gente está bem mais tranquilo. Na última vez que a água empoçou na rua a nossa igreja foi inundada. É tanto que tem quase um ano que o nosso culto está sendo na casa da minha irmã. Vamos aproveitar esse tempo para fazer uma reforma no templo. Graças a Deus a situação está sendo resolvida”, comemorou.


Além de construir novos sistemas de drenagem nas vias, a equipe da Secretaria Executiva de Serviços Públicos recupera as galerias e realiza a manutenção/desobstrução das manilhas existentes. Atualmente, a gestão municipal mantém um trabalho diário nas comunidades, realizando esse tipo de ação. 

Público feminino de Arthur Lundgren II é contemplado com serviços de saúde e cidadania

As usuárias da Unidade de Saúde da Família Arthur Lundgren II, em Paulista, foram contempladas com diversos serviços de saúde e de cidadania, nesta quarta-feira (10.11). A iniciativa faz parte das comemorações do Outubro Rosa, que busca a conscientização sobre o câncer de mama.
No local, foram disponibilizados serviços de limpeza de pele, massagem, aferição de pressão arterial, exames de glicose, cartão do Bolsa Família, carteira de Livre Acesso e segunda via do registro.

O público feminino também teve acesso a palestras sobre a Lei Maria da Penha, os direitos das mulheres e o enfrentamento à violência, além de orientações sobre prevenção e combate ao câncer de mama. A iniciativa é uma ação conjunta das secretarias de Políticas Sociais e Esportes e Executiva de Políticas para as Mulheres.

Radar Político (10/10) – Mata Sul amplia representatividade na ALEPE

Ponto de Vista


Com 24 municípios e uma população superior a 750 mil, a Zona da Mata Sul conseguiu ampliar a sua representatividade na Assembleia Legislativa de Pernambuco depois das eleições do último domingo. Dos atuais 49 deputados, apenas 6 possuem uma relação mais estreita com a região, são eles: Simone Santana, Clodoaldo Magalhães, Joaquim Lira, Henrique Queiroz, Pedro Serafim Neto e Aluísio Lessa. Apesar da desistência de Pedro Neto e da decisão de Henrique Queiroz em disputar a Câmara Federal, os resultados das urnas no último domingo revelaram um acréscimo nesta representatividade. A partir de 2019 a região passará a contar com 8 representantes.
Além da reeleição de Simone Santana, Clodoaldo Magalhães, Joaquim Lira e Aluísio Lessa, nomes que possuem forte identificação com a Mata Sul como Henrique Queiroz Filho, Aglailson Victor, Romero Sales Filho e Clóvis Paiva se elegeram e devem engrossar o coro em defesa da região.
Vulnerável a enchentes, desemprego em alta e com grandes potenciais a serem explorados e vocações a serem valorizadas, a Mata Sul precisará muito do empenho desses representantes para se fazer ouvida e assim ter os seus desafios superados.
A força – A família Hacker, que comanda os municípios de Sirinhaém, Rio Formoso e Tamandaré, mostrou mais uma vez o porquê é considerada a maior força política do Litoral Sul ao conceder expressivas votações aos candidatos que apoiou. Em todos os três municípios Danilo Cabral foi majoritário, enquanto que Simone Santana, com o apoio dos prefeitos Franz Hacker e Isabel Hacker foi a mais votada em Sirinhaém e Rio Formoso. Já Clodoaldo Magalhães, com o apoio do prefeito Sérgio Hacker, foi campeão de votos em Tamandaré
Campeã – A deputada Simone Santana é pela segunda vez consecutiva a campeã de votos na Mata Sul. Na eleição de 2014 ela obteve nesta região 20.828 votos e agora ampliou para 22.672 votos. O segundo colocado foi Clodoaldo Magalhães que saiu de 19.700 votos em 2014 para 21.084 nesta eleição.
Lanterninha – Dos representantes mais antigos da região, o deputado Aluísio Lessa foi o que perdeu mais votos na Mata Sul em relação a eleição passada. Ele cai de 19.500 para 7.213 votos. Em sua terra natal, Palmares, ele obteve apenas 500 votos. Já Jaqueira e Ribeirão foram os municípios onde ele obteve o seu melhor desempenho.
Vencedor 1 – O ex-vereador Rinaldo Barros foi o grande vitorioso da eleição em Catende. Candidato a deputado federal ele conquistou 5.530 votos só no município, o que lhe colocou como o candidato mais votado por lá. Com este desempenho ele desponta com favoritismo para desbancar o prefeitos Josibias Cavalcanti da prefeitura em 2020.
Vencedor 2 – Diogo, principal opositor do prefeito de Barra de Guabiraba, Dr. Wilson (SD), fez bonito nas eleições estaduais deste ano conseguindo emplacar Clodoaldo Magalhães e Raul Henry como os deputados estadual e federal mais votados do município. Em 2014 Diogo perdeu a eleição para Dr. Wilson por apenas 133 votos. O resultado das urnas mostram que ele é uma grande ameaça à reeleição do atual prefeito.
Perda – A não reeleição de João Fernando Coutinho para a Câmara Federal deixou a Mata Sul órfã de um representante que conhece como poucos a região. JFC era a voz da Mata Sul no Congresso Nacional. Será difícil encontrar um substituto à altura. Sem dúvida ele fará muita falta a este pedaço de Pernambuco.
O novo – Por sua vez, Fernando Monteiro (PP) emplacou um mandato de deputado federal com mais de 82 mil votos e desponta, dada a sua relação com a Mata Sul, como o novo representante da região na Câmara Federal. Em Ribeirão Fernando Monteiro foi o federal mais votado, graças a liderança do prefeito Marcello Maranhão (PSB).
Liderança que desponta 1 – Dos prefeitos de municípios da Mata Norte o de Paudalho, Marcelo Gouveia (PSD) é um dos que tem apresentado maior poder de articulação. Na área administrativa ele já conseguiu firmar mais de R$ 79 milhões em convênios com o Governo Federal, o que levou o município a ser um verdadeiro canteiro de obras. Na política, foi o grande responsável pela expressiva vitória do seu irmão Gustavo Gouveia para a Assembleia Legislativa.
Liderança que desponta 2 – O prefeito de Aliança, Xisto Freitas (PSD), é outro quadro da política da Mata Norte que desponta. A frente de uma gestão dinâmica Xisto tem desempenhado um mandato bem avaliado. Na área política também não deixa a desejar. Deixou os seus adversário para trás ao dar mais de 3.900 votos a José Humberto para estadual e mais de 4.800 votos a André de Paula para federal.
Em alta – A candidata a deputada federal Professora Rosilene Ferraz (PSB) foi a grande surpresa da eleição em Escada. Ela conquistou expressivos 3.714 votos no município, o que a ajudou a figurar na 5ª suplência da coligação do PSB/MDB/PC do B. Embora alguns acreditem que seja remota a sua possibilidade de assumir uma vaga na Câmara Federal, o que já se ouve é que ela pode ser aproveitada no Governo do Estado para auxiliar a gestão na formulação e execução de ações voltadas ao empoderamento do público feminino.
Prestígio – O suplente de vereador Igor Alves surpreendeu mais uma vez ao garantir aos seus candidatos uma expressiva votação na 3ª Zona Eleitoral, que compreende os bairros do Totó, Sancho, Alto da Bela Vista e Coqueiral, no Recife. Apoiando Simone Santana e Felipe Carreiras ele garantiu mais de mil votos para cada um em sua área de atuação.
O primeiro – Eleito com 65.939 votos, Ossesio Silva será o 1º deputado federal negro de Pernambuco. Apesar de ter como a sua principal base o seguimento evangélico, principalmente da Igreja Universal, Ossesio ganhou notoriedade na ALEPE ao ser uma das principais da valorização da raça negra. “Apesar de a base ser a Igreja Universal, tenho votos de outros segmentos, e não só dos evangélicos. E meu mandato não será exclusivo da Igreja Universal. Meu mandato é do povo de Pernambuco”, definiu o Deputado.
Escrito por Wellington Ribeiro – E-mail: blogpontodevistape@mail.com

Socioeducandos gravam músicas de autoria própria e dão o primeiro passo para carreira profissional como MCs

Uma das composições, por exemplo, fala de saudade, arrependimento e expectativa de construir novo projeto de vida



A expressão de sentimentos e emoções por meio da música também é uma aliada do trabalho desenvolvido pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). Na unidade de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul de Pernambuco, dois socioeducandos ganharam a oportunidade de gravar canções da autoria deles. A atividade foi realizada em um estúdio no bairro de Água Fria, no Recife. O resultado foi considerado satisfatório e pode abrir portas para projetos de carreiras profissionais para esses e outros adolescentes.

A letra criada por um dos socioeducandos, D.B., de 17 anos, fala de saudade, de arrependimento e da expectativa por construir um novo projeto de vida com a chegada da liberdade. Nas mãos do produtor musical Giovanni Lima, responsável por criar os arranjos, virou o batidão romântico “Amor, senta aqui pra gente conversar”. “Sei que eu errei, eu te peço perdão / Me desculpa, meu amorzão / E quando o alvará chegar / Pro mundão eu vou voltar / Sei que eu errei, eu não vou mais errar”, diz um trecho.

O adolescente, que adota o nome artístico MC Rock, diz que já tinha gosto pela música antes de ser atendido pela Funase. “A gente veio com o papel, com o que a gente escreveu, e aqui foi feita a música”, explica.